Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Maceió’

Na madrugada de ontem, advogados do pastor Samuel Câmara estavam a concluir a peça para o pedido de liminar com o propósito de cancelar a 5ª Assembleia Geral Ordinária da CGADB em Maceió (de 6 a 8 de junho). Embora sem nenhum assunto de relevância em termos eleitorais, pastor Samuel mede força por meio da presença maciça de maioria e quer ter voz, por meio do chamado voto de qualidade, por causa da alteração dos estatutos.

A discussão envolve as aprovações efetivadas, que exigem o quorum de dois terços dos presentes. Como tem maioria dos inscritos, entre membros de sua base e de aliados, com mil inscritos, segundo o próprio pastor Samuel, o quórum de aprovação não seria bastante, pois ainda conforme ele, dos 2,2 mil inscritos, menos de 2 mil compareceram e se ele tem mil, logo, o plenário não poderia ter os votos de dois terços para as respectivas aprovações sem ‘seus’ votos, uma vez que se manifestaram contra.

 

 Há dois anos da eleição,

pastores José Wellington

e Samuel Câmara  

sinalizam para uma disputa

de grande ímpeto

Os assuntos são, em tese, de interesse geral, pois não afetam em nada a questão eleitoral, senão a simples prova de ‘poder de fogo’. São temas neutros e dizem respeito à alteração do Credo cristão (assembleiano), com a inclusão dos parâmetros bíblicos referentes ao casamento entre macho e fêmea, conforme estabelece a Bíblia.

Dado a complexidade e para esgotar o assunto, uma comissão fora nomeada pelo presidente da CGADB, pastor José Wellington, para que não se proponha texto dúbio a ponto de oferecer brechas a oportunistas. Então, somente depois de exaurido, o assunto voltaria para ser aprovado em plenário, em outra ocasião.

A preocupação é a de não deixar vazar termos como casamento entre homem e mulher, tendo em vista a possibilidade de mudança de sexo, quando, a partir de então, a pessoa natural e biologicamente macho, poderá ser considerada mulher (e vice-versa), segundo a lei civil, embora realmente não o seja biologicamente.

O tema fora tirado de pauta e encaminhado à Comissão composta dos pastores Elinaldo Renovato, Claudionor de Andrade, Abiezer Apolinário, Jesiel Padilha e Enaldo Silva. Outro assunto foi a criação da figura do 3º tesoureiro, também aprovado.

Contudo, pastor Samuel, que incentivava seu grupo a reagir diante da aprovação, que para ele não indicava a maioria, não aceitou o resultado. Pastor Samuel disse que votaria com seu grupo por meio de assinaturas, para provar, em juízo, que a aprovação não teria os dois terços exigidos, uma vez que mil dos quase dois mil inscritos, não estariam de acordo.

À noite, em um dos hotéis de Maceió, a lista estava sendo preenchida para, em seguida, entrar em juízo com pedido de liminar para cancelamento da 5ª AGE. O advogado Cláudio Dias já havia adiantado que iria pedir anulação da assembleia.

Durante a reunião de ontem à tarde, houve muito desconforto entre homens tementes e que não viam nenhum propósito na realização dessa AGE, em função das notabilizadas intolerâncias, por meio de atitudes que depõem contra qualquer cristão e que se agravam quando se trata de ditos ministros do Evangelho.

Anúncios

Read Full Post »

Com o fechamento das inscrições para a participação da Assembleia Geral Extraordinária, em Maceió, de 6 a 8 de junho, no último dia 30, já se tem a indicação do calor da próxima eleição, em abril de 2013.

Imagem

Centro de Eventos da Assembleia de Deus em Alagoas

Dos 2.923 inscritos, o maior número foi da Convenção do Amazonas, com 506 ministros, seguida da Convenção da Igreja em Belém, com 397 e da Confradesp, do Belenzinho, em São Paulo, com os mesmos números – 397. Depois seguem as de Alagoas, com 203; a Ceader (Rio), com 165; da Bahia (Ceadeb), com 101, Ciadseta-TO, com 99 e a do Pará, com 60.

As duas maiores inscrições vêm do Norte, com os irmãos-presidentes, pastores Jônatas Câmara (Amazonas) e Samuel Câmara, Belém (PA). As inscrições destas duas convenções chegam a um terço do total, isto é, 31% – 903 inscritos. Estes números indicam a demonstração de força e que pastor Samuel Câmara permanece na disputa pela presidência da CGADB.

Por outro lado, outras duas leituras que se têm é a falta de interesse geral, em função de os assuntos a serem discutidos – mudanças no Estatuto Social e no Regimento Interno – não despertarem interesse e ainda por questões de distanciamento do calor político. Mesmo assim, o encontro servirá de demonstração de ânimos.

Também nota-se o baixo interesse e questões remanescentes de algumas lideranças de destaque no cenário da CGADB, como as somente três inscrições da Convenção do Mato Grosso (Comademat), presidida pelo pastor Sebastião Rodrigues; Santa Catarina, quatro; Paraíba (Ceadep), cinco; Comoespo (Ipiranga-SP), três; Cedader (Roraima), um, Comadeja (Japão), dois; Confradb-EUA, um.

Assuntos tranquilos

Segundo pastor Antonio Dionizio, membro da mesa diretora da CGADB a baixa procura dá-se em função de os assuntos pautados não serem de relevância. Para ele, o destaque fica por conta da criação da figura do terceiro tesoureiro, justamente para dinamizar o sistema e evitar vacância, como ocorrera recentemente com a renúncia do primeiro tesoureiro, pastor Antônio Santana.

“Os demais assuntos são de menor importância, pois a mudança nos estatutos e no regimento interno são adequações simples e que não alteram rumos”, ponderou pastor Dionizio.

Local

A AGE ocorre em junho, no Centro de Eventos da Assembleia de Deus em Maceió, presidida pelo pastor José “Neco” Antônio dos Santos. Conhecido como Castelo do Desfiladeiro, o local, bem amplo, está no Conjunto Napoleão Viana de Oliveira, próximo ao Aeroporto e distante de comércio ou outro tipo de mercado. Porém, é um empreendimento assembleiano admirável e que demonstra a liderança ministerial e a capacidade administrativa eclesial do bom alagoano e amigo, José Neco.

Read Full Post »

Convenção Geral realizada em Porto Alegre, a primeira a mostrar o grande número de ministros interessados

Dentre as propostas a serem discutidas está a mudança do credo, conforme convocação: “Proposta de reforma do Credo oficial das Igrejas Evangélicas Assembleias de Deus no Brasil, com a inclusão do mesmo no Estatuto Social da CGADB, com a sugestão de inclusão nos Estatutos das afiliadas, em razão da proteção constitucional prevista no artigo 5º, inciso VI, da Constituição Federal à liberdade de crença e de consciência, em razão de mudanças previstas na legislação, ora em apreciação pelos órgãos legislativos próprios”. O texto da Constituição federal diz o seguinte:

Art. 5º “Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes: VI – é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias”.

Conforme edital de convocação, a reunião deve ocorrer em Maceió, nos dias 6 a 8 de junho, no Centro de Eventos da AD, presidida pelo pastor José Antonio dos Santos. O objetivo é “apreciar e deliberar sobre a reforma do Estatuto Social e Regimento Interno”, conforme se estabelece na pauta, “sem a inclusão de qualquer outro assunto”.

Propostas

“Reforma do Estatuto formulado pela Comissão designada pela Mesa Diretora, que altera os artigos 8º, incisos II e IV, 15, § 6º, 37, inciso IV, 45, 84 e 86, inciso II, do Estatuto Social”; e “proposta de reforma do Regimento Interno, com a adequação do mesmo em razão das mudanças aprovadas no Estatuto Social”.

O que os artigos dizem?

Os artigos que estão em pauta de discussão tratam dos seguintes assuntos, conforme o Estatuto da CGADB:

Artigo 8º: Trata dos “deveres dos membros da CGADB”;

Inciso II: da obediência ao credo doutrinário das ADs;

Inciso IV: do pagamento da taxa integral de inscrição;

Artigo 15º: (Capítulo das Eleições). Fala de impedimentos previstos no artigo 11º (por medida disciplinar aplicada pela Convenção Geral; inadimplentes com a CGADB e CPAD, ausentes e diretores da CPAD), e que qualquer membro pode candidatar-se a qualquer cargo da Mesa ou do Conselho Fiscal, mediante requerimento até o último dia útil de outubro do ano antecedente à data das eleições;

Parágrafo 6º: Trata dos dois tesoureiros que devem ser da região da sede da CGADB, no caso Sudeste;

Artigo 37º: Trata da composição da Mesa: presidente, cinco vices, cinco secretários e dois tesoureiros;

Inciso IV: Trata dos tesoureiros;

Artigo 45º: Estabelece a competência dos tesoureiros e diz sobre a respectiva substituição em caso de impedimentos ou vacância;

Artigo 48º: Diz respeito às atribuições do secretário-adjunto;

Artigo 84º: Trata da Senami e sua diretoria;

Artigo 86º: Trata do fundo convencional, destinado a prover as despesas dos órgãos da Convenção Geral, a critério da Mesa Diretora, com repasse mensal de 3% da faturamento bruto da CPAD e ressarcimento de despesas de componentes dos órgãos de CGADB.

Programação e inscrições

Abertura dia 6, quarta-feira, às 19h e primeira sessão, dia 7, das 9h às 17h, com intervalo para almoço das 12h às 14h. A segunda e última sessão será realizada no dia seguinte, com a mesma programação e o encerramento poderá ser antecipado, caso os assuntos se esgotem antes do tempo final previsto.

As inscrições poderão ser realizadas a partir do dia 30 de março, até às 16 horas (horário bancário) do dia 30 de abril, somente pelo site da CGADB (www.cgadb.org.br), mediante pagamento da taxa irrestituível de R$ 100,00, através de boleto bancário disponibilizado no site.

Os inscritos terão direito a almoço e jantar no dia 7, e almoço no dia 8, sem custo adicional. A inscrição somente será efetivada após a comprovação pelo estabelecimento bancário. Somente poderão se inscrever os ministros que estiverem adimplentes com as suas anuidades.

A pesquisa para acompanhar a situação da inscrição deverá ser feita no próprio site da CGADB a partir de 72 horas (dia 4 de maio), após o encerramento das inscrições. Mais informações ou consultas poderão ser realizadas na sede social da CGADB, à Avenida Vicente de Carvalho, 1.083, Rio de Janeiro (RJ), ou pelos telefones 21-3351.3054, 3351.3387 e 3351.5256.

Read Full Post »

Sob forte presença da graça divina e manifestações pessoais de choro, línguas estranhas e almas rendendo-se aos pés do Senhor, terminou no sábado (29/8), as comemorações dos 94 anos de fundação da AD em Alagoas. De 26 a 29 de agosto, aconteceram em Maceió, as comemorações dos 94 anos da igreja e a 86ª Escola Bíblica de Obreiros e Convenção do Estado. Todos os dias, no templo-central ocorreram estudos bíblicos para obreiros, mulheres e jovens, simultaneamente. À noite, os cultos foram realizados no centro de eventos da igreja, denominado Castelo do Desfiladeiro. Pastor José “Neco” Antônio dos Santos, líder da igreja, agradeceu ao Senhor pelo investimento da igreja no local, para a realização das atividades.

Os preletores foram os pastores José Wellington, presidente da CGADB, que pregou na abertura e ensinou no dia seguinte, sobre qualidades de um obreiro; Donald Evans (EUA); Antonio Gilberto (RJ); Abiezer Apolinário e Josué Brandão (BA); Messias Santos (SC) e Angelo Galvão (SP). Os ensinos, sob o tema O perfil de um obreiro eficaz, com base em Ef 4.12, foram notabilizados pelo interesse. Os ensinos geraram a visão sobre quem e como o Senhor procura obreiros para a continuidade da obra das Boas-Novas do Reino.

Separação de obreiros

Durante as comemorações foram, sete obreiros foram separados para o ministério (evangelistas) e 164 oficiais – 129 diáconos e 55 presbíteros. Também foi apresentado o casal Fátima-Ivaldo Cruz, que serão enviados para Honduras. Eles já trabalharam como missionários na Venezuela e Argentina.

A cobertura do evento foi um fato notório. Uma mega estrutura de comunicação fora montada durante todo o evento com tevê web, jornal e um portal (adalagoas.com.br). A cobertura jornalística simultânea dos três locais, mais o culto à noite, envolveu 30 profissionais, dentre eles 6 câmeras, gruas, 4 fotógrafos e repórteres. O deputado Jota Cavalcante, filho do pastor José “Neco”, acompanhou todo o trabalho, cooperou e ofereceu todo o apoio necessário para o êxito das atividades.

Vigor nos cântico da HC

Os hinos da Harpa Cristã foram entoados pelo doutor Abner Apolinário, que esteve acompanhado de sua esposa Silone. Irmão Abner, juiz de Direito no Grande Recife, é conhecido pelo vigor que impõe quando canta com a igreja hinos da HC. O nível musical apresentado na igreja também enobreceu os louvores ao Senhor, com as orquestras Som de Esperança,Banda Harmonia Celeste e Orquestra Filadélfia. Além dos grupos da própria igreja, com harmonia e melodia acima da média, a banda da Polícia Militar do Estado participou da abertura.

Com chave de ouro

Na noite do último dia, pastor Josué Brandão pregou com base em Ezequiel 22.30 e levou a igreja a exaltar ao Senhor, chorar e a mostrar-se contrita diante da mensagem, com forte mover do Espírito Santo. Muitas pessoas receberam Jesus como salvador.

Conhecido como pregador centrado na Palavra, sem apelar para modismos e clichês, pastor Josué demonstrou muita firmeza. Seu sermão teve excelente concatenação de ideias, frases bem construídas e de forma crescente, sob a graça divina, expressa em sua exposição bíblica. Houve muito choro e pastor José Neco não escondeu o seu contentamento diante daquilo que podia ser traduzido como resposta de oração.

Read Full Post »