Feeds:
Posts
Comentários

Archive for novembro \06\UTC 2014

Para ajudar candidatos ao Enen, apresentamos um resumo da (nossa) Oficina Cultural: O Texto e o Contexto, por meio da seleção de dicas interessantes para a construção do texto.

A introdução não deve ser maior que o conteúdo e assim por diante. O candidato precisa pensar que no corpo de seu texto não pode apresentar um cabeção, o corpo pequeno e pernas enormes…

É uma ordem harmoniosa em que as funções de cada componente não podem ser atropeladas. Um braço não pode ser maior que o outro. A cabeça não pode ser muito grande. Se isso ocorrer o texto vai ficar parecido a um monstro.

Seria o mesmo que apresentar a um amigo a sua casa: Primeiro mostra-se a entrada, com sua área de acesso, depois as áreas internas e suas divisões e, por fim, arrematando com o quintal. Mas pense em apresentá-la a ponto de causar uma boa impressão, antes mesmo de mostrar suas divisões.

Corpo do texto

A – Tema

B – Introdução (abertura), com o gancho: gancho, convocação, chamada…

C – Argumentação/pró ou contra

C – Conclusão (finalização ou desfecho)

Para desenvolver a argumentação é necessário contar com uma boa fonte de pesquisa. Aí entram o conhecimento e a cultura pessoal.

Outro fator importante é o senso crítico. Leia e releia o texto, em voz audível, para avaliação crítica e sentir como soa aos ouvidos. Sinta as falhas, construções ruins, palavras repetidas no mesmo parágrafo, períodos muito longos, pleonasmos e cacófatos, nem sempre percebidos quando se escreve.

Exposição lógica

Ao comunicar um pensamento deve-se ter em mente a “comercialização” ou “venda” de um produto – a ideia. Por isso, o pacote precisa ser bem preparado.

Primeiro, as informações devem ser reunidas. Faça um rascunho e também selecione, fora do texto, palavras interessantes, informações determinantes, números e percentuais…

Segundo: Dê ordenação ao conteúdo – sequência crescente e lógica, com ligação entre si, de forma a remeter para a clara interpretação do conteúdo. O pensamento deve ser ordenado de modo a construir começo, meio e fim, nesta ordem.

Terceiro, monte o roteiro. Faz-se a leitura (avaliação crítica) de tudo.

Abordagem

  • Deve atender ao tema proposto;
  • Contar com a seleção e organização da informação;

Ter relevância informativa.

Ainda:

Sequência, dentro do argumento em foco;

Consistência e relevância do argumento;

Pontuação adequada.

Composto de

1) Adequação;

2) Apresentação do ponto de vista;

3) Integração das partes.

Pontos para o bom texto

– Primeiro rascunhe, depois escreva, em seguida, reescreva e, caso necessário, reescreva novamente.

– Seja objetivo e simples

– Use palavras e períodos curtos

– Fuja das inovações, mas não abandone a criatividade

– Corte os pleonasmos/redundâncias

– Corte cacófatos/som desagradável

– Evite linguagem coloquial

– Evite adjetivos e advérbios

– Não use gírias

– Não comece com gerúndio ou aspas

Forma nominal do verbo

Evite a forma nominal do verbo marcado pela desinência (ndo) – formando – que exprime a ação contínua da palavra.

Não: 60 anos comunicando o amor

Sim: 60 anos a comunicar o amor

Emprego de verbos

Será que os verbos do texto transmitirão o que realmente você pretende transmitir?

Substitua verbos por aqueles com funções semelhantes, porém, mais adequados:

  • Você achou (encontrou) o produto?,
  • Tinha (havia) um homem…

Períodos curtos

Períodos curtos são os melhores. Palavras curtas idem. Não há pecado nenhum no uso da palavra a-p-r-o-x-i-m-a-d-a-m-e-n-t-e (ufa!), mas se puder use em torno de ou cerca de.

Falhas

Ao meu ver – É errado. O correto é a meu ver.

Cacófatos

  • ela tinha (é latinha)
  • está tudo bom (tatu do bom)
  • dia bom (diabão)
  • marca dela (mar cadela)
  • pelo menos (é depilação). Prefira ao menos
  • pelos seus caminhos (pêlos seus)
  • vez passada (vespa asada)
  • você já foi na morada dele (namorada)

Pleonasmo – É o exagero de linguagem para expressar ideia, fato ou pensamento.

– breve alocução/monopólio exclusivo/principal protagonista/sai para fora.

Canja de galinha é o mesmo que dizer hemo(sangue)rragia de sangue. Se é canja, só pode ser de galinha!

Politicamente correto

Deficiente físico – Portador de Necessidades Especiais

De Cadeira-de-rodas – Cadeirante

Negro – Afro-descendente

Mudo – Deficiente Auditivo

Viciado em drogas – Dependente químico

Velhos – Terceira Idade (Idade Áurea)

Caso imprima ou publique todo ou parte do texto, não deixe de citar a fonte.

Read Full Post »