Feeds:
Posts
Comentários

Archive for outubro \26\UTC 2009

Templo Central da AD em São José dos Campos-SP

Segundo informações extra-oficiais, a AD em São José dos Campos, no Vale do Paraíba, recebida pelo pastor Samuel Câmara, neste domingo (25/10), poderá ser pastoreada por Enaldo Brito, atual pastor do templo-central em Belém. Ele figura como um de seus homens de frente e recebeu convite do pastor Samuel, para assumir a referida igreja. Por outro lado, segundo a mesma fonte, um dos mais cotados para substituir pastor Enaldo é o “pastor de Casais da igreja”, Felipe Nunes.

Embora líder da igreja em Belém, pastor Samuel Câmara permanecerá como pastor-supervisor de todas as igrejas. E para dinamizar suas viagens semanais, na ponte Pará-Rio de Janeiro, onde são realizadas as gravações da Rede Boas Novas, no Recreio, Zona Sul do Rio, incluindo agora São José dos Campos, pastor Samuel adquiriu um avião com capacidade para seis lugares.

Sob disputa

Essa mesma igreja recebida em São José dos Campos é alvo de disputa entre o seu antigo líder e o Belenzinho (SP), que reclama seu domínio eclesial. O próprio Ministério do Belenzinho, já na época da liderança do pastor José Wellington, foi quem empossou pastor Luiz Sellari, há quase 20 anos.

Portanto, a igreja estava ligada ao Belenzinho, mas pastor Sellari declarou total autonomia, com a intenção de não mais aceitar o domínio eclesial de São Paulo. Desde então, provocou a separação e abertura de nova igreja, pastoreada por Francisco Sales e formada de membros não mais solidários ao líder e que solicitavam sua substituição havia anos.

Ainda segundo informações extra-oficiais e não confirmadas, há outros Estados, com líderes em fase de jubilação, com conversações adiantadas para que pastor Samuel assuma tais igrejas.

Clichês na web

Duro de suportar são os jargões infantis, próprios de movimentos que se iniciam, pois lançam para a ideia de um novo lado assembleiano, além de inspirar uma diáspora nas ADs. Cremos que isso seja de grupos isolados, de obreiros imaturos, sem o aval do pastor Samuel Câmara.

Anúncios

Read Full Post »

Pr. Samuel Câmara

Pr. Samuel Câmara

Pastor Samuel Câmara (AD/Belém-PA) assumiu hoje à noite, a presidência da Assembleia de Deus em São José dos Campos-SP. Pastor Antônio Luiz Sellari, líder até então da referida igreja, há cerca de 20 anos,  foi jubilado em AGE realizada na igreja.

A família do pastor Samuel Câmara estava presente, sua esposa Rebekah e seus filhos, bem como seu pai, pastor Severo e seu irmão pastor Jônatas Câmara (AD/Manaus).

Em breve divulgaremos mais informações.

Foto: Jornal Viva Minas

Read Full Post »

 

 

Vídeos no site:

www.ibad.com.br

Read Full Post »

Irmã Doris foi pioneira do ensino teológico pentecostal no Brasil

Irmã Doris, pioneira do ensino teológico pentecostal

A missionária Ruth Doris partiu para a Eternidade hoje (23/10), às 12h30, em Pindamonhangaba (SP), onde estava internada. No dia 20, ela fora submetida a uma cirurgia endovascular para a colocação de um stent. Após a cirurgia foi para a UTI do hospital, enquanto seu estado manteve-se estável. No dia seguinte, depois de passar bem, durante a noite, precisou ser submetida a outro procedimento vascular para a tentativa de restabelecimento da função renal. Seu estado passou a ser considerado grave pela equipe médica.

Ainda segundo a família, nas 24 horas seguintes, ela passou sem nenhuma ocorrência e recebeu visitas de familiares, os filhos Mark, Rachel, Rebekah e sua nora Helba.

Ainda lúcida, mas com sua função renal comprometida, seu estado permaneceu grave. Por fim, às 12h30 de hoje, ela partiu, conforme informações da família, postada no site e no blog do Ibad.

Pastor João Kolenda Lemos e irmã Doris Lemos (1964)

Pastor João Kolenda Lemos e irmã Doris Lemos (1964)

Irmã Doris, como era conhecida por seus milhares de alunos e familiares destes, era mulher notadamente ética, discreta, sábia, ensinadora e conhecedora da Palavra e cheia de amor pela causa do Senhor.

Ela veio para o Brasil como missionária da AD norte-americana, com o seu esposo, pastor João Kolenda Lemos, que fora para os Estados Unidos estudar Teologia. Lá, os dois receberam a chamada do Senhor para fundarem o Instituto Bíblico das Assembleias de Deus – o Ibad – instalado em Pindamonhangaba (SP).

Casal Lemos no 1º Comunibad (Encontro de ex-alunos) em Sobradinho, DF em 1998

Casal Lemos no 1º Comunibad (encontro de ex-alunos) em Sobradinho, DF em 1998

O Ibad preparou milhares de alunos-obreiros hoje espalhados pelo Brasil e mundo. Toda a família ibadiana chora a separação da “nossa matriarca”. Ela sempre fora verdadeira referência de fé e modelo cristão, em todos os tempos, sem nunca mudar em nada.

Mais informações sobre velório e sepultamento serão postadas em algumas horas, por meio do blog e site ibadianos.

ATUALIZAÇÃO: Cerimônia de despedida da irmã Doris será amanhã (24) às 11h, na capela do Ibad e o sepultamento às 13h, no cemitério de Pindamonhangaba.

Read Full Post »

Sacolas retornáveis reduzem a poluição e o efeito estufa

Sacolas retornáveis reduzem a poluição e o efeito estufa

Em torno de 12 bilhões de sacolas plásticas são despejadas no mercado brasileiro a cada ano, segundo o Ministério do Meio Ambiente.

Não há meios para amenizar a situação que agride o meio ambiente. O Governo agora vai tratar de estabelecer regras ao fabricante, mercado e consumidor, como forma de impor responsabilidades. Somente uma única rede de supermercados de grande porte despeja no mercado 110 milhões/mês de sacolas plásticas.

No meu tempo de garoto não tínhamos esse problema. Os empórios de secos e molhados (não havia supermercados) empacotavam as compras nos famosos “saquinhos de papel” e muitos deles voltavam à origem com um pequeno incentivo ao freguês.

Também não havia tanta incidência de câncer. Os refrigerantes eram envasados em garrafas de vidro e não de plástico, tipo pet, que apresentam poros invisíveis a olho nu.

Se por um lado o meio ambiente sofre com tais ações humanas, os governos pouco fazem e até nisso abusa da filosofia neoliberal. Políticas ineficientes e falácias não faltam. A proposta do Governo brasileiro é de reduzir o desmatamento em até 80% até 2020. Porém, o compromisso e responsabilidade do presidente Lula mostram-se acomodados em sua declaração:

– Em todo tempo vamos ter alguém derrubando uma árvore.

Em terra de cego

É o mesmo que a publicidade da Justiça brasileira divulgada na mídia, ao mostrar um homem, que envelheceu sem receber o benefício de seu direito por meio da Justiça. O pior é que a propaganda afirmou que o jovem homem, agora caquético, deveria ter efetivado um acordo! Nunca vi tamanha honestidade. Assinaram a morosidade e in-Justiça, como na prática ocorre, entre o povão, lógico!

Foto: blog Faça a Sua Parte

Read Full Post »

Mar Morto visto de satélite

Mar Morto visto de satélite

A evaporação do Mar Morto continua de forma assustadora. O “mar sem vida”, devido a grande quantidade de sais e minerais. A quantidade de sal chega a um quarto, enquanto os demais variam entre 3 e 4%, tem sua situação agravada com o aquecimento global.

Conhecido por ser o nível mais baixo da Terra, com 400m abaixo do nível do mar, o Mar de Sodoma registra hoje o nível de 422m abaixo do nível do mar. Josefo o chamou de Lago de Asfalto.

A informação foi divulgada no último dia 15, na edição online do jornal israelense Yediot Aharonot, segundo a agência Efe. Segundo o jornal, o nível caiu 11m nos últimos 10 anos, e em agosto chegou a 422,89m, com queda no mês de 18cm. Somente em 2009, o nível desceu 1,29m.

Read Full Post »

A lição bíblica de Escola Dominical (CPAD) deste domingo (11/outubro/09) trata do enfrentamento do gigante Golias pelo pastor Davi (Davi enfrenta e vence o gigante). O texto principal diz: “Davi, porém, disse ao filisteu: Tu vens a mim com espada, e com lança, e com escudo; porém, eu vou a ti em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado” (1Sm 17.45). Os escritos sagrados sobre o assunto comentado se encontram em 1Samuel 17.43-49.

Davi um pastor corajoso

Nesse texto de 1Samuel 17.45, o jovem pastor Davi faz referência àquilo que encheu o campo de sua visão, à primeira vista. Penso que todos nós faríamos o mesmo. O homem impressionava por seu tamanho e pelo volume de seus equipamentos militares.

Embora nossos olhos tenham condições de focar algo com mais propriedade, para contemplar o conhecimento, temos a tendência de mover o nosso olhar para a estética das coisas, conforme padrões preestabelecidos pela sociedade. Olhamos para aquilo que, no primeiro momento, atrai a atenção. Buscamos aquilo que nos parece bom aos olhos (Dt 12.8). Com isso, perdemos aspectos importantes e primordiais para alcançarmos triunfos na vida.

Eliseu permaneceu tranquilo diante da ameaça do amedrontador exército da Síria, enquanto seu discípulo se apavorava de medo. A diferença entre os dois estava na visão de ambos. O rapaz não conseguia enxergar os exércitos dos Céus, até que o profeta orou para que se lhe abrissem os olhos (2Re 6.15-17).

Davi realmente faz menção daquele verdadeiro “muro intransponível” à sua frente, talvez para dar o realce merecido e valorizar a sua vitória, que ele antecipara, por sua fiel determinação, firmada na confiança no Senhor. No Velho Testamento não se conhecia a definição cristã de fé, mas a lealdade e por ela, a confiança.

Todos os israelitas tremeram diante de Golias – e não era pra menos – talvez diziam:

– Ele é monstruoso… Como vamos derrotá-lo?!

Davi por sua vez, com sua arma (“as armas da nossa milícia não são carnais, mas, sim, poderosas em Deus, para a destruição das fortalezas”, 2Co 10.4) – a firme determinação na vitória, por confiar na potência divina (ele já havia matado urso, leão etc, com a mesma arma que, agora, enfrentaria Golias de Gate) –, possuía outra visão, que ninguém ali conseguia enxergar, e que ia além daquilo que o tempo, o espaço e a matéria, lançavam no ar, e possivelmente pensara:

– Ele é realmente muito grande… Não há como errar!

Assim como Eliseu, Davi podia prever o poderio que estava ao seu lado – o Senhor dos Exércitos. Os ocultos cálculos do peso da pedra, força gravitacional, direção, sentido do vento, mais velocidade, força e impulso etc, estavam sob a visão confiante do pastor, que podia antever o triunfo, por sua pontaria – resultado de uma visão perfeita.

Golias estava em plena exibição, se apresentando ao povo; Davi em ação exibia o Senhor a todos. A fé e a razão estavam notabilizadas pelas discrepâncias e expressadas no decisivo duelo.

Na verdade, o gigante era Davi e a pequenez estava em Golias que, por não enxergar assim, perdeu a vida. Enquanto essa visão brotava da alma de Davi, pois os seus olhos eram bons, e por isso ele podia ver a luz brilhar a ele – a glória da vitória (Mt 6.22).

Volumes reais

Confira as referências das dimensões ligadas ao gigante Golias, tendo em vista referências do mundo atual, pois muitos poderão ser tentados a lançarem dúvidas sobre tais pesos e medidas.

A Bíblia traz informações importantes como a ligação de Golias com os anaquins, um povo formado de gigantes. Cientificamente é possível haver a concentração de determinada característica de um povo. O lado oposto das proporções humanas ocorre na cidade sergipana de Itabaianinha, onde os homens são, na maioria, de baixíssimas estaturas, verdadeiros anões.

Quanto à estatura de Golias, não há nenhum exagero nas medidas mostradas pela Bíblia – seis côvados e um palmo – exatamente 2,98m de altura, a considerar o côvado a 0,45cm (do cotovelo à ponta do dedo médio) e o palmo a 22,5cm.

Não era só isso que impressionava e que metia medo em qualquer homem da época. Golias possuía ainda um apetrecho de batalha, que totalizava cerca de 64k:

– Lança de 6,8k, equivalente a um eixo (de tecelagem da época), mais a

– Armadura com aproximadamente 57k.

O total chegava a quase 64 quilos.

Este peso equivale ao dobro da carga que um soldado moderno carrega em plena ação de guerra, ou seja, 30k. São 14 itens: Capacete, pistola, fuzil, munição para morteiro, faca, kit para limpeza de arma, luz química, bolsas para remédio, para água e outra para munição, meias, colete, poncho e toldo.

É muito mais pesado em termos de proporção o que Golias carregava? Não! Se analisarmos os aspectos de equivalência, a considerar a massa física de cada homem, Golias carregava menos peso.

Se partirmos do ponto que um soldado hoje tem, em média, 1,80m e 80k de peso corporal, e suprimentos de guerra equivalentes a 30k; Golias, caso tivesse o equivalente a 140k, deveria carregar em torno de 84k. No entanto, levava 64k: a armadura de 5 mil ciclos de bronze e a lança de 600 ciclos de ferro.

As medidas usadas foram as citadas pela Bíblia, ou seja, o ciclo. Seu peso era de 11,4g.

Importante citar que dessa medida (de prata) nasceu a moeda judaica Shekel (ciclo, no hebraico), em circulação até hoje.

Read Full Post »

Older Posts »