Feeds:
Posts
Comentários

Archive for março \18\UTC 2016

CEADER Pr Hoário

Embora em número reduzido, a considerar o seu rol de membros, a Ceader se reuniu nos dias 10,11 e 12, na AD em Cordovil (Grande Rio), liderada pelo pastor Francisco José da Silva.Sob a presidência do pastor Alberto Serafim de Souza, parte dos 6 mil ministros da primeira Convenção de Ministros das ADs no Estado do Rio, a Ceader, esteve presente e ouviu pregações e discussão de assuntos pertinentes.

PRELETORES

No sábado, dia mais intenso, pregou a Palavra pastor José Wellington Junior, de Belenzinho, São Paulo. Ele exortou os ministros a partir do diálogo entre Jesus e apóstolo Pedro, com base em Mateus 16.13-19. Nos devocionais de quinta e sexta, pregou pastor Roberto José, presidente da AD em Abreu e Lima, Recife.

Na sexta-feira, cheio de Graça e autoridade, também pregou pastor Adilson Faria, presidente da AD em Mutuá, São Gonçalo-RJ. Todos os dias, à noite, pastor Eduardo Lopes, também de Belenzinho, pregou.

EQUIDADE

Houve tensão no sábado, quando tentou-se distinguir, sem rodeios e com mais intensidade um dos dois conhecidos candidatos à presidência da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), que tem mais de 50 mil filiados.

Vários convencionais questionaram, com indignação, tal ação, por entenderem que o concílio deve agir com equilíbrio, isenção e sem parcialidade, por representar todos e não somente um grupo.

Isto ocorreu em função de o pastor Samuel Câmara não ter sido recebido pela mesa diretora, onde postava-se o outro candidato, pastor José Wellington, e, por fim, ainda, um jovem pastor apresentou uma moção de apoio a José Wellington Junior, que representava seu pai, por motivo de doença.

Samuelo Camara

Pastor Samuel Câmara (foto), acompanhado de seu filho, pastor Philipe Câmara, que haviam chegado de São Paulo, especialmente para prestigiarem o encontro, passou por tal constrangimento sem emitir qualquer opinião de juízo e manteve-se calado.

Entretanto, após a manifestação de indignação por considerável número de membros, pastor e advogado Antonio Manoel, autor da proposta que produziu o consenso a AGE da CGADB, realizada recentemente em São Paulo, instou a direção ao equilíbrio.

Ele apelou aos objetivos e postura históricos da Ceader e enfatizou pontos determinantes de ações cristãs, indicando que, como manda a boa e piedosa conduta do concilio, os dois deveriam ser convidados para receberem oração dos convencionais, de forma imparcial, a considerar a vontade soberana divina, acima de interesses de grupos.

Isto soou bem a todos e, então, pastor Samuel, convidado à frente, ajoelhou-se e recebeu oração dos convencionais-colegas e posterior menção de apoio. Pastor Wellington Junior havia se retirado.

NOVOS MINISTROS

No mesmo dia, 71 ministros foram consagrados ao SENHOR. Segundo a Secretaria Examinadora de Candidatos ao Santo Ministério (Secam), nove foram reprovados.

HOMENAGEM

PLACA SC

Pastor Samuel Câmara prestou homenagem à Ceader, por meio de uma Placa Comemorativa aos 105 Anos das Assembleias de Deus, em nome da Primeira Igreja Assembleia de Deus e Museu Nacional das Assembleias de Deus, no Belém do Para. Pastor Philipe fez a entrega.

Durante a consagração, pastor Horácio da Silva Junior, que deu nome à turma de novos ministros foi homenageado. Presidente de extensa região eclesiástica, pastor Horácio atua como verdadeiro bispo, um presbítero (ancião), pastor de pastores, com 223 igrejas, 147 ministros, 411 presbíteros, 463 diáconos e mais de mil cooperadores.

Bastante emocionado, ao lado da esposa, de suas três filhas e do filho, agradeceu e observou: “A minha preocupação no momento não é outra senão a iminente Volta de Jesus. Ele vai voltar em breve e precisamos estar preparados”.

ESQUERDOPATAS

Estiveram presentes ministros do Rio e de vários outros Estados, o deputado estadual Samuel Malafaia, irmão do pastor Silas Malafaia, o federal Ezequiel Teixeira, de origem assembleiana e fundador da Igreja Vida Nova e o senador Marcelo Crivela, da Igreja Universal.

Os dois deputados falaram de seus embates e investidas de esquerdopatas, defensores do homossexualismo e outras formas de promiscuidade, que tentam impor, a qualquer custo, o homossexualismo e outras libertinagens em escolas de crianças, órgãos públicos e em entidades.

Pastor Samuel disse que a Assembleia Legislativa fluminense aprovou projeto de sua autoria, que institui e oficializa o Dia dos Pais. Isto para que as escolas comemorem oficialmente o dia, em oposição ao movimento à militância homossexual, que busca proibir o uso das definições próprias da natureza humana, a indicarem a presença de pais e mães e impor o Dia do Cuidador, fato já comprovado por ele, em escola do Rio.

O ex-secretário de Governo do Rio, pastor Ezequiel Teixeira, falou da festa de gastança de dinheiro público em festas promovidas por movimentos homossexuais e que, mesmo quebrado e com salários de servidores atrasados, o Governo Pezão gastou em 2015, com esse tipo de festança, 9 milhões.

Anúncios

Read Full Post »