Feeds:
Posts
Comentários

Archive for fevereiro \24\UTC 2011

Partiu para a Eternidade hoje, aos 95 anos de idade, pastor José Pimentel de Carvalho, presidente da AD em Curitiba, às 8h20. Ele estava internado no Hospital Evangélico de Curitiba, desde janeiro, em coma induzido, após falência múltipla dos órgãos.

O corpo será velado a partir da tarde deste dia (24), no templo-central da AD em Curitiba. A cerimônia fúnebre ocorrerá no sábado (26), às 9h, e o corpo  sairá às 11h para o enterro, que acontecerá às 11h30 no Cemitério Jardim da Saudade, em Curitiba.


Pastor Pimentel estava em Curitiba desde 1962

Pastor Pimentel recebeu Jesus, foi batizado nas águas e também no Espírito Santo em 1932. Casou-se e teve 9 filhos. Líder conhecido e respeitado em todo o Brasil, nasceu em 8 de fevereiro de 1916, em Santa Tereza, na cidade de Valença (RJ). Era o quinto de nove irmãos.

Pastoreou as igrejas em Cordovil e Penha bairros da cidade do Rio, então congregações da AD de São Cristovão, em seguida, Cabuçu, em Itaboraí, interior do Rio de Janeiro e depois Curitiba.

Com 29 anos, no dia 18 de maio de 1945, foi consagrado ao ministério, na então famosa Escola Bíblica de Obreiros na AD em São Cristóvão, conhecido bairro carioca, pelos pastores Samuel Nyström e Cícero Canuto de Lima. Em seguida, passou a trabalhar, como auxiliar do missionário Nels Julius Nelson, antigo pastor-presidente da AD de São Cristóvão e um dos líderes-pioneiros das ADs no Brasil.

Quando pastoreava a AD na Penha (bairro da cidade do Rio), assumiu a igreja em Curitiba, após convite do pastor Agenor Alves de Oliveira. Isto ocorreu no dia 6 de março de 1962.

A AD em Curitiba contava com oito congregações, oito propriedades e aproximadamente 1,8 mil membros. Passados 17 anos, a igreja cresceu e passou a contar com 140 propriedades, 217 congregações e aproximadamente 23 mil membros. Em 2000, a igreja alcançava cerca de 70 mil membros.

Ensino da Palavra

Pastor Pimentel sempre esteve ligado ao ensino da Palavra de Deus. Em 1937, antes mesmo da organização oficial da CPAD, Pimentel já trabalhava rodando mimeógrafo nas primeiras instalações da editora.

Tempos depois, já como pastor, chefiou o Departamento de Escola Dominical da CPAD por oito anos e foi responsável pela criação das primeiras lições bíblicas para crianças.

Em 1973 lançou e comentou a Minha Revistinha para as crianças de 4 e 5 anos. Nas primeiras edições da revista A Seara (fora de circulação) lançada na década de 50, pastor Pimentel assinou a página Vida Infantil como Vovó Conselheiro.

Os hinos 541 (Calvário, Revelação de Amor) e o 620 (Na Jornada para o Céu), do hinário oficial das ADs a Harpa Cristã são de sua autoria.

Presidente da CGADB

Foi presidente da Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil por seis vezes: 1964-66, 1973-75, 1975-77, 1977, 1981-83 e 1985-87.

Também chegou a ser secretário da CGADB por 8 anos consecutivos. Ocupou a presidência da Convenção das Igrejas Evangélicas Assembléias de Deus do Estado do Paraná (Cieadep) por décadas e ainda fundou o Instituto Bíblico da AD no Paraná e a Associação Educacional do Paraná.

Até quatro anos atrás, mesmo após seus 90 anos, ministrava na igreja o ensino da Palavra, todas as terças-feiras, nos cultos de doutrina e também dava aula como professor-titular de uma concorrida classe de Escola Dominical.

Eleição do novo líder

Dentro do período de 30 dias, o vice-presidente da igreja deverá convocar eleição para escolha do novo líder. Votarão todos os ministros (pastores e evangelistas) da mesma igreja.

Os principais concorrentes são pastores Wagner Gaby, atual vice; Douglas Scheffel, que por muitos anos fora o vice em Curitiba e atual pastor da congregação da AD no bairro Hauer, em Curitiba, e pastor Ival Teodoro da Silva, atual presidente da Convenção das Igrejas Evangélicas Assembléia de Deus do Estado do Paraná (Cieadep)  e líder da AD em São José dos Pinhais.

Anúncios

Read Full Post »

Deus usou um filho de escravos para dar início ao Movimento Pentecostal em sua Igreja. O movimento pentecostal a partir dos Estados Unidos começou com os afro-descendentes.

Mas, o início do fogo pentecostal ocorreu a partir de 1900, com Charles Fox Parham (1873-1929), pregador metodista, que se estabeleceu em Topeka, Kansas (EUA), depois ter iniciado o ensino sobre línguas estranhas, a partir do batismo no Espírito Santo.

No instituto bíblico em Topeka, Parham convocou seus alunos a buscarem a renovação espiritual, conforme promessa bíblica. Os alunos passaram a buscar o Senhor em oração e um deles fora batizado. Logo depois, o poder pentecostal espalhou entre os demais. O movimento se espalhou por vários países.

Em 1905, Parham seguiu para o Texas, quando então o ex-garçom afro-descendente William Joseph Seymour (1870-1922), passou a assistir as aulas do novo pregador. Logo depois, o filho de escravo, com 35 anos de idade, fora convidado para se unir a um grupo em Los Angeles.

Os frutos colhidos entre o grupo provocou crescimento e o local ficou pequeno. As reuniões foram transferidas para outra casa, à Rua Bonnie Brae, 216, local que marca o início do avivamento.

Casa da Rua Bonnie Brae, que visitei ao lado do amigo-pastor Eliel, na época pastor em Los Angeles

Willian Seymour fora batizado no Espírito Santo no dia 15 de abril de 1906, durante oração de madrugada. Mas a data da comemoração do início do Movimento Pentecostal na Rua Azusa é 18 de abril de 1906.

Rua Azusa em Los Angeles, sem nenhuma marca daquela época, senão o nome

Mas crescimento e desta vez mudaram-se para a Rua Azusa, 312, onde havia um templo abandonado que se tornara estábulo. Era simples e não contava senão com caixotes de madeira, feitos púlpitos. Os caixotes também eram usados por Seymour e seus companheiros como apoio para oração, que às vezes, levavam o dia todo. Era o elemento principal da liturgia da época, além da leitura da Bíblia e cânticos. Dava-se início ao Movimento da Fé Apostólica. Seymour partiu para a Eternidade em 1922 e sua esposa, Jennie, em 1936.

Assembleia de Deus

Em 1914, um grupo formado por crentes brancos ligada à Igreja de Deus em Cristo formou a Assembleia de Deus. Hoje esta tem em torno de 1,3 milhões de membros; àquela soma cerca de 8 milhões.

No Brasil o movimento pentecostal ganhou impulso com o filho de um pastor batista, o sueco Daniel Berg e o colega, também sueco, filho de jardineiro, Gunnar Vingren, que vieram para o Pará, em 1910.

Bonnie Brae

Construída em 1896, a casa da Rua Bonnie Brae, 216 está localizada a cerca de 5 quilômetros de Holywood, a capital mundial do entretenimento. Interessante que o Estado escolhido por Deus para o avivamento espiritual, Los Angeles, agrupa três cidades próximas entre si e que formam o trio da promiscuidade:

1) Holywood: cinema e entretenimento;

2) Las Vegas, as jogatinas; e

3) São Francisco, capital da promiscuidade.

Assim como o Pará fora escolhido como início do movimento pentecostal no Brasil, em uma época de muitas doenças, Los Angeles (foto), centro do trio-pecaminoso (acima) também fora o centro dessa mesma ação do Espírito

 

Read Full Post »

Obra de fé consome toneladas de material e muita energia para, futuramente, ser o local para a manifestação da Água da Vida; pastor Santana mostra dinâmica do Reino, ‘com passos firmes’ na Palavra (à direita)

Semeando a Palavra – A 5km do centro da cidade, o templo iniciado em janeiro de 2003, tem 90m (um quarteirão) de diâmetro, estacionamento para mil veículos e capacidade para 12 mil pessoas. Somente na cobertura foram empregados 350 mil quilos (350 toneladas) de estrutura metálica, com investimento na ordem de R$ 3,5 milhões, conforme informações, do mestre-de-obras, pastor Vitor Borges.

Arquibancadas (laje de assento) pré-fabricadas são montadas em blocos (painéis), com o peso de 2.325k cada, que, em linha reta, chegaria a 4,600m e mais 60km em fio de protensão. Cada viga (jacaré) de sustentação de cada vão da arquibancada, no total de 89, pesa 10 toneladas, no total de 845 toneladas.

A largura da parte mais alta chega a 8,5 x 4,20m na parte mais baixa, com 6m em média. O total é de 33 vãos desses e o total chega a 650 peças, com o peso médio de 1m3 de concreto. As 650 peças perfazem o total de 1.625 toneladas. E soma-se a isso as passarelas que chegam a 118m3 ou 296 toneladas.

Toneladas de cimento, ferro e pregos

Foram usados até julho, 19.299 sacas de cimento, trabalhou-se 18.716 dias, e investido o total de 2.727m3 de concreto e 98 mil kg de ferro, 1,3 mil quilos de arame e 688k de pregos.

Visto por satélite

Por suas gigantescas dimensões, o Grande Templo, localizado à Avenida Andrea Matarazzo (Via Norte), no Parque Industrial (Tanquinho), pode ser visto por satélite pelo Google Earth, opção satélite – insira: avenida andrea matarazzo, ribeirao preto, sp, e siga o trajeto da mesma, sentido São Paulo, até chegar ao templo. Você verá a abóbada prateada, do lado direito da avenida, e, se clicar nela, terá ampliada a sua imagem.

Sistema de captação de água pluvial

Politicamente correto, o templo contará com sistema ecológico e de proteção ao Meio Ambiente, por meio da captação da água da chuva. Segundo o líder da Região Eclesiástica de Ribeirão Preto, pastor Antônio Santana, “queremos realizar algo que venha glorificar ao Senhor e, por isso, vamos caminhar de forma a não postar-se na contramão da proteção do ecossistema. Daí o nosso interesse de aproveitar as dimensões da estrutura da cobertura e usá-la para a captação de água pluvial”.

Read Full Post »