Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Ciadseta’

Pastor Pedro Lima volta atrás e relata laços com presidente da CGADB. Foto: Álbum de família (Orkut).

Pastor Pedro Lima volta atrás e relata laços com presidente da CGADB. Foto: Álbum de família.

No último dia 5, um momento digno de registro mudou os rumos de uma Convenção regional das Assembléias de Deus no Brasil – a Ciadseta (Tocantins) –, presidida pelo pastor Pedro Lima. Na última disputa eleitoral pela liderança da CGADB, pastor Pedro Lima mudou sua base de apoio do pastor José Wellington (SP) para pastor Samuel Câmara (PA). A grande maioria do ministério do pastor Samuel, antes ligado à Convenção do Estado do Pará, presidida pelo pastor Gilberto Marques, líder da AD em Ananindeua, fora transferido e inscrito na Ciadseta.

Houve grande reviravolta, discussões, declarações contrárias, enfim, reações próprias em função da alteração de rumos, motivadas pela eleição da nova mesa diretora, ocorrida em abril, no Estado do Espírito Santo, no município de Serra (Grande Vitória).

Enquanto pastor Samuel Câmara reclamava da falta de espaço na Convenção de seu Estado, para justificar a mudança brusca, discutia-se o direito estatutário da legalidade da inscrição à Convenção fora do perímetro eclesial. Mas, finalmente todos acabaram inscritos e até votaram na última eleição, realizada no Espírito Santo. Porém, não sem antes de movimentos jurídicos, que discutiram ainda a questão de ministros ineptos ao voto etc.

Durante a última Escola Bíblica do Belenzinho, na capital paulista, pastor Pedro Lima fora recebido pelo pastor José Wellington e, depois de uma solene reunião com lágrimas e pedido de perdão, pastor Pedro Lima revelou o seu desejo de voltar atrás, foi perdoado e reatou os laços fraternais com o presidente da CGADB.

Uma ata assinada por todos os presentes, entre eles pastor Sebastião Rodrigues de Souza, líder da AD em Mato Grosso (Cuiabá) e 3º vice-presidente da CGADB, registrou os termos, “com o objetivo de promover a paz e a harmonia necessárias à vida espiritual”. O líder da Ciadseta desistirá de todos os processos, que tramitavam nas comarcas do Rio de Janeiro, Serra (ES) e Palmas (TO), movidos por sua iniciativa. Em contrapartida, o líder da Ciadseta terá os processos administrativos movidos pela CGADB, contra o seu ato enquanto presidente e da própria Convenção, permitindo o registro dos ministros do Pará, anulados. Também, de agora em diante, pastor Pedro Lima obterá a “restauração integral dos vínculos associativos” à CGADB, extensiva aos ministros da citada Convenção.

Segundos informações, não registradas em ata, pastor Pedro Lima dera o prazo de 70 dias, para que todos os ministros membros do Ministério da Igreja do Belém do Pará, liderada pelo pastor Samuel Câmara, desliguem-se da Convenção.

Anúncios

Read Full Post »