Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Ubiratan Batista Job’

templo-nave-poa1.jpg

Com o templo totalmente cheio, a AD em Porto Alegre, liderada pelo pastor Ubiratan Batista Job, brilhou sob a graça divina, na abertura da 4ª AGE (Assembléia Geral Ordinário), no dia 25, segunda-feira, à noite. Notadamente tomado de pastores, o culto expôs a beleza pelo ânimo espiritual. 

visao-pulpito-coral1.jpg

Com as melodias da Orquestra da AD em Caxias do Sul e poesia dos hinos da Harpa Cristã, os cânticos tiveram o fervor e inspiração do pastor Daniel Regis, acordes que se completaram pela beleza da orquestra caxiense.

pastores-e-autoridades1.jpg

Estiveram presentes a governadora do Estado, Yeda Crusius, o ministro das Cidades, Márcio Fortes e o prefeito de Porto Alegre, José Fogaça, além de deputados e vereadores, como Marta Freire, da capital paulista. 

ubiratan-e-jw-lado1.jpg 

Pastor José Wellington pregou a palavra. Antes saudou as autoridades presentes e a todos os colegas, pastores e ministros do Evangelho. Com base em 1Timóteo 3.14-15, falou do cuidado do apóstolo Paulo para com a igreja, em especial com respeito da inserção de grupos agnósticos.

Falou do centenário das AD no Brasil e que muitas organizações seculares “não chegam a 50 anos, mas nós temos compromisso com o Deus que não se cansa, se manifesta e rejuvenesce a sua igreja a cada dia.

Observou, parafraseando Josué, que “até aqui nos ajudou o Senhor” e que a igreja sofreu muitas perseguições, que “passaram porque Deus nos deu o crescimento e hoje, se não nos aceitam, nos suportam”. 

Exortou a igreja a manter sua identidade, permanecer como luz e sal do mundo e a mostrar que “Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e eternamente”. 

Devocional 

Na terça-feira, na primeira plenária, aberta em oração pelo presidente da CGADB, pastor José Wellington, ministrou a Palavra pastor José Antônio dos Santos – pastor Neco, a partir de Colossences 2.1-3, afirmou que de todos os 93 versículos, o apóstolo Paulo fez um resumo nesses primeiros versículos do capítulo 2. Com seu jeito peculiar, que reflete seu jeito simples de pregar, mas que aquece os corações na seqüência natural de sua fala, pela graça presente, numa clara demonstração de possuidor de ministério pastoral.  

Mesmo com exortação à prática com fervor do ministério pastoral, pastor Neco terminou sua prédica aplaudido por todos, o que figura como anormalidade, entre a AD, em especial, pastores, dada a aceitação de sua palavra. Em seguida, pastor José Wellington abriu a discussão ao falar sobre a necessidade de se adequar à escolha da liderança por meio de eleição, às leis seculares. 

O encontro de pastores ocorre no centro de convenções da PUC porto-alegrense em três auditórios com capacidade para 3 mil e dois de 1,5 mil pessoas, que acomodam os 4,2 mil inscritos.  

Início das discussões 

No início das discussões das alterações dos estatutos que regem as eleições internas, houve momentos calorosos. Por fim, como não havia condições de continuar, pastor José Wellington, após ouvir sugestões, propôs a discussão de pontos divergentes da alteração.   

À tarde, já havia consenso sobre as divergências e as propostas foram apresentadas para discussão em plenário, com ânimos amenizados. 

A proposta principal de alteração diz respeito à adequação dos estatutos, colocando-o em paridade com o sistema eleitoral secular do país, ressaltando algumas particularidades da CGADB. 

Mensageiro da Paz 

Também no período da tarde, houve a apresentação do novo projeto gráfico e editorial do Mensageiro da Paz. O jornal agora está mais claro e um pouco maior, semelhante aos jornais tablóides seculares. 

O editor-chefe do Jornalismo da CPAD e presidente do Conselho de Comunicação da CGADB, Antônio Mesquita fez a apresentação do jornal, enquanto adolescentes da AD em Porto Alegre, vestidos a exemplo dos jornaleiros do início do século passado, fizeram a entrega aos convencionais.

A cobertura completa da AGE você poderá ler no Mensageiro da Paz de abril.

Read Full Post »