Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘pastor José Wellington’

Dos 16 mil inscritos, Convenção Geral credencia 11 mil ministros e aprova contas da CGADB

 

Dos 16.616 inscritos na 39ª Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil (CGADB), 11.386 se cadastraram no evento até a tarde de hoje (22). Amanhã, dia 23, espera-se outros 3 mil para a eleição que ocorrerá a partir das 8h. As contas da CGADB, depois de análise por uma comissão nomeada pelo presidente, foram aprovadas em plenário. Pastor Wellington Junior foi reeleito presidente do Conselho da CPAD.

 

 

Mais de 11 mil pastores já cadastraram para eleição

Mais de 11 mil pastores já cadastraram para eleição

 

 

Evangelização

 

Pela manhã, pastor Raul Cavalcanti, de Imperatriz (MA), conclamou a todos à evangelização e investimento em missões. Ele sugeriu que a CGADB invista em um programa de evangelização e ainda no investimento pelas igrejas, por meio da Escola Dominical e pela ação pessoal de cada ministro. Ele levou à reflexão quando mostrou números e a possibilidade de crescimento.

 

Divórcio

 

Houve discussão sobre o tema divórcio, mas o assunto, muito complexo, ainda dependerá de novas avaliações, a partir do Conselho Jurídico.

 

Igreja Católica Romana oficializada

 

Discutiu-se ainda a questão do acordo assinado entre o presidente Lula e o Vaticano, no mês de novembro. Pastor Pedro Ribeiro, deputado federal (CE), alertou a todos sobre os privilégios que a Igreja Católica Romana receberia a partir da aprovação do acordo pelo Congresso. O país voltaria a práticas da época do Império, quando o romanismo era oficial e tinha todas as suas atividades financiadas pelo Governo.

 

Apresentação de cada candidato

 

No final da plenária os dois candidatos apresentaram os seus discursos e, depois, todos receberam orientação do presidente da Comissão Eleitoral, pastor Wagner Gaby sobre o funcionamento do sistema eleitoral.

 

Conselho Administrativo

 

Ainda no início da noite, antes da eleição do Conselho Administrativo, que ocorreu simultaneamente ao culto, pastor Antônio Carlos Lorenzetti falou sobre o funcionamento das urnas.

 

Os ministros inscritos que ainda não chegaram e, portanto, não se cadastraram, terão a tolerância de até às 17h. A eleição começa pela manhã e vai até o final do dia.

Read Full Post »

Comissão vai analisar contas e plenário aprova nova Convenção fluminense

 

Mais uma Convenção regional foi reconhecida e aprovada pelo plenário convencional. Também uma comissão foi nomeada pelo presidente pastor José Wellington, para analisar possíveis embates das contas da CGADB. Amanhã (22/4) as contas da CPAD serão apreciadas.

 

 

Assembleia aprovou mais uma convenção estadual

Assembleia aprova mais uma convenção estadual

 

 

Com cerca de 15 mil ministros-membros, a 39ª Convenção Geral das Assembléias de Deus em sua reunião ordinária de ontem (21/4), discutiu as contas de 2008 da própria entidade e aprovou a nova Convenção regional fluminense. A nova representação de ministros, a Ceaderj, tem pouco mais de 300 ministros-membros. Para eliminar dúvidas quanto à aprovação pela maioria, pastor José Wellington solicitou a manifestação de favoráveis e contrários, quatro vezes. O grupo de apoio à chapa CGADB pra Todos, encabeçada pelo pastor Samuel Câmara, candidato à presidência, postado estrategicamente à frente do plenário, formavam um “paredão”, que lançava para a idéia de maioria, por causa da dimensão e profundidade do local.

 

 

Pastor Silas Malafaia contestou relatório financeiro da Convenção

Pastor Silas Malafaia contesta relatório financeiro da Convenção

 

 

O relatório foi apresentado, mas houve a solicitação para que a apresentação fosse efetivada pelo 1º tesoureiro, pastor Jonas Francisco de Paula. Pastor José Wellington solicitou então a presença ao microfone do tesoureiro, que passou a fazer suas explicações. Mesmo assim, diante da insistência de as contas terem falhas, não obstante o Conselho Fiscal já tê-la provado, pastor José Wellington usou sua prerrogativa para indicar uma comissão que analisará, em separado, e depois apresentar relatório ao plenário para aprovação. Alguns questionaram o pastor Silas Malafaia, que apresentou tais falhas, por ele ser o 2º. tesoureiro da própria mesa diretora.

 

 

Pastor José Wellington recorre aos estatutos durante as discussões

Pastor José Wellington recorre aos estatutos durante as discussões

 

 

Mesmo sob forte pressão, orquestrada pela chapa CGADB pra Todos, pastor Wellington conduziu com notável domínio as plenárias.

 

Cultos

 

Pregou a Palavra pela manhã, no devocional, pastor Hidekazu Takayama (PR), e à noite, pastor Daniel Silva (AL).

 

Novamente à noite, milhares de crentes da Grande Vitória lotaram o enorme pavilhão do Parque de Exposições de Carapina, em Serra, Grande Vitória. 

Read Full Post »

 

Assembleianos lotaram o Centro de Convenções

Assembleianos lotaram o Centro de Convenções

Em torno de 20 mil pessoas lotaram o Centro de Exposições de Carapina, em Serra, Grande Vitória, no culto de abertura da 39ª. CGADB. Foi sem dúvida o maior culto da história da Convenção Geral já realizado. Além disso, o ambiente estava plenamente espiritual. No palanque, dezenas de líderes assembleianos de todo o Brasil também louvaram ao Senhor impulsionados pela ação do Espírito. 

 

A abertura contou com diversas apresentações, hinos pátrios, louvores, resumos históricos do movimento pentecostal e da história da Assembléia de Deus no Brasil.

Líderes assembleianos de todo Brasil presente na abertura

Líderes assembleianos de todo o Brasil marcaram presença

 

 

 

Hinos com a Banda da Escola de Cadetes da Marinha

Houve uma apresentação de jogral com irmãs uniformizadas e empunhando tochas. Elas citavam vigorosamente versículos, em sequência lógica, com temas clássicos da fé cristã, sobre o “Ide”, conversão de almas, sinais, santidade, ação do Espírito, arrebatamento e triunfo de Cristo e de sua Igreja.

 

Às vezes, não dava para ouvir, pois o mover do Espírito, expresso na alegria de todos, com louvores e glorificação, excedia em som. Foi glorioso!

 

Pastor José Wellington falou com autoridade e graça

 

Pastor José Wellington começou a pregar pouco mais de 21h30, mas, muito sábio, não demorou mais que 10 minutos e encerrou. Mesmo assim, com sua rápida mensagem, levou o público a exaltar ao Senhor. 

 

O culto encerrou com cântico do pastor Victorino Silva.

Pastor Victorino brilhou mais uma vez

Pastor Victorino brilhou mais uma vez

 

 

 Amanhã a secretaria começa o atendimento logo após às 7h.

Read Full Post »

CONVENÇÃO GERAL TERÁ CENTRO DE ATENDIMENTO AO MINISTRO    

 

 

 

Foto aérea do Centro de Exposições de Carapina

Foto aérea do Centro de Exposições de Carapina

A secretaria-Adjunta da Convenção Geral (CGADB) divulgou uma lista de informações importantes, e não menos interessantes, sobre algumas indagações que podem surgir no decorrer das reuniões.


Crachá
Durante todo o período em que o convencional estiver nas dependências do Centro de Convenções, deverá usar o crachá de identificação.


Declaração de Comparecimento

Caso a sua empresa exija declaração da CGADB atestando seu comparecimento nesta AGO, procure o Centro de Atendimento ao Ministro (CAM).

 

Email
Se necessitar receber uma mensagem urgente e não dispor de computador procure o Centro de Atendimento ao Ministro (CAM) para receber suas mensagens através do email:
39ago@cgadb.org.br 
 

Internet wi-fi

Não haverá disponibilidade do sistema Wi-FI no local do evento.

 

Estacionamento
Há um amplo estacionamento no local das reuniões.


Fotos ou gravações de áudio/vídeo

Não será permitida a gravação de áudio e vídeo (filmagem) durante as plenárias. Esse trabalho será liberado nos intervalos das plenárias, para que não haja interferência no bom andamento das atividades convencionais.

Para obter mais informações sobre esse assunto procure o Conselho de Comunicação e Imprensa para obter a devida autorização.


Salas para Reuniões

Os Conselhos e Comissões serão avisados previamente durante as plenárias quanto ao local e horário.


Energia Elétrica

A voltagem no local é de 127w.


Central de Atendimento ao Ministro

A Central de Atendimento ao Ministro (CAM) é um balcão onde você pode obter os seguintes serviços:

1) Atualização de endereços.

2) Dirimir dúvidas em relação ao seu cadastro na Secretaria Geral da CGADB.

3) Receber mensagens.

4) Enviar propostas para o plenário da Mesa Diretora.

5) Procurar objetos perdidos ou entregar achados.

6) Solicitar Declaração de Comparecimento.

7) Solicitar a divulgação de anúncios diversos.

8) Solicitar nova Credencial da CGADB.

9) Recadastrar-se.

 

Objetos achados e/ou perdidos

Se o convencional perder algum objeto ou achar algo, deve comunicar o Centro de Atendimento ao Ministro, instalado no local.


Celular & pager

Durante as reuniões desligue o seu celular e mude o pager para o modo “vibracal”. É, no mínimo, indelicado, deixar o celular tocar e, pior ainda, atendê-lo.


O uso destes aparelhos interfere na programação e dispersa a atenção dos presentes.

Se necessário usar o celular, dirija-se aos corredores e mantenha sua conversa com discrição.

 

Chequim (check in) nos hotéis

As diárias iniciam sempre às 12h.


Checaute (check out)

As diárias encerram também às 12h.

Observe bem o período de início e encerramento das suas diárias para evitar pagamentos extras desnecessários.


Despertador
Para não perder a hora, acione o programa do telefone ou solicite à recepção do seu hotel.

 

Extras no hotel

Esteja atento para as despesas extras de hotel. Verifique com o seu agente de viagem se o pagamento que você efetuou inclui telefonemas, frigobar etc.

 

Traslado
Esteja atento para não perder o transporte que o conduzirá do hotel ao local do evento e vice-versa. Não permita que outros esperem por você.

 

Refeições
No Centro de Exposição de Carapina há uma praça de alimentação, com boas opções de comida rápida (fast food), além dos restaurantes principais.

 

Café da manhã

A maioria dos hotéis já inclui o café da manhã na diária. Em geral o horário desse serviço vai das 6 às 10h.

 

 

 

Read Full Post »

 

Mudança de Cultura

 

Pr. Cyro Mello, secretário-Adjunto da CGADB

 

A Mesa Diretora da CGADB tomou uma decisão muito feliz (como todas as demais), ao incentivar a antecipação das inscrições. Essa iniciativa começou a partir da 4ª AGE, em Porto Alegre, como o nobre companheiro pode muito bem lembrar. Como se tratava de uma mudança de cultura, essa transição precisou ser planejada. Em Porto Alegre, ainda foi possível fazer inscrições no primeiro dia da AGE, mas a partir desta 39ª AGO, o último dia foi 20 de janeiro (com exceções aos ministros residentes da cidade do Rio de Janeiro).

 

É claro que não foi uma mudança cultural tão simples, porque foram exatamente 174 dias, um pouco menos de 6 meses, em que as inscrições estiveram abertas. De 1 de agosto/2008 até 20 de janeiro/2009! Para as próximas AGOs e AGEs, certamente não haverá aquela velha “agonia” de se deixar tudo para os últimos 30 minutos, do último dia de inscrição. Como estamos praticamente no início do nosso segundo centenário é razoável pensar que não sofreremos mais essa tal “agonia”. As intermináveis filas e as “pastas” insuficientes são fatos do passado. Eu creio nisto! O maior beneficiado sempre será o próprio ministro.

 

O total de inscritos ultrapassa a casa dos 17 mil. Isto representa 50% do número de ministros ativos (entre missionários e ministros jubilados), aproximadamente! Sem dúvida, antes de iniciar a primeira seção, o presidente já terá o total exato de inscritos, como reza o Artigo 7º do nosso Regimento Interno. Quando escrevi este texto, a Comissão Jurídica ainda se debatia entre processos, impugnações, liminares e contestações, diante de seus algozes. Desde 1930 que uma Comissão com esta nomenclatura não atua tão intensamente. Se bem que essas pechas de “impugnação”, e “liminar” não existiam nessa época. Os viventes desses idos afirmam com a face e a mão direita levantada aos céus, que os primeiros onze versículos da primeira carta do Apóstolo Paulo (com a maiúscula) eram lidos, entendidos e praticados pelos pioneiros. Tempo bom aquele!

 

Não sabemos quando teremos outra Assembléia tão concorrida. Quem sabe meus netos estejam aqui para testemunhar. Talvez as próximas eleições sejam regidas por outro sistema menos oneroso. A propósito, não é por acaso que estamos completando nosso primeiro centenário.

 

 O local escolhido para realização do evento é o Centro de Exposições de Carapina, cidade de Serra, na Grande Vitória, Espírito Santo. O convencional dispõe de espaço suficiente para votar com adequado conforto. Para esse fim a Comissão Eleitoral tem envidado todos os esforços para proporcionar uma votação tranquila, dentro dos princípios que regem nossa conduta cristã, quais sejam, a legalidade, o direito e a boa ordem.   

 

Abertura

 

A abertura do evento será no dia 20, às 19 horas, no próprio local das plenárias. O preletor da noite de abertura será o presidente da Convenção Geral, pastor José Wellington Bezerra da Costa e os preletores dos devocionais serão os pastores Hidekazu Takayama (PR), José do Prado Veiga (SP), Daniel Silva (AL), Pedro Aldi Damasceno (MA), Genildo Simplício (SP), Josué Brandão (BA), José Antonio dos Santos (AL) e Gilvan Rodrigues (PB).

 

As esposas dos ministros terão palestras específicas, sob a coordenação da irmã Wanda Freire Costa, que preside a União das Esposas de ministros das Assembléias de Deus (Unemad). O local das palestras será um plenário separado, especialmente preparado para esse fim.

 

Temário

 

O temário desta AGO, conforme consta no Edital de Convocação e publicado no Mensageiro da Paz, órgão oficial da CGADB, será o seguinte:

 

1) Posicionamento da CGADB quanto à nulidade ou anulabilidade do casamento, união estável e concubinato, e a revisão do posicionamento acerca do divórcio. 

 

2) Ênfase aos princípios pentecostais, face à celebração do Centenário das Assembléias de Deus.

 

3) Perigos que ameaçam as Assembléias de Deus no Brasil:

    a) Mornidão;

    b) Modismos neo-pentecostais;

    c) Remoção dos marcos antigos;

    d) Omissão dos valores eclesiásticos.

 

4) Julgamento de recursos contra decisões da Comissão Eleitoral, conforme disposto no artigo 32 do Estatuto Social e artigo 58 do Regimento Interno.

 

5) Apreciar e deliberar sobre relatórios da Mesa Diretora e do Conselho Fiscal, relativos ao período do mandato, conforme disposto no artigo 8º – III, do Regimento Interno.

 

6) Eleição e posse da Mesa Diretora e do Conselho Fiscal.

 

Horário

 

Todas as normas reguladoras do processo eleitoral estão estabelecidas nos artigos 39 ao 127 do Regimento Interno. Cada sessão da Assembléia Geral funcionará no período das 9 às 12h e das 14 às 17h.

 

Para maior viabilidade dos trabalhos a Mesa Diretora pretende fazer uma única seção a cada dia (É claro, com espaço para almoço!)

 

De acordo com o disposto no artigo 17 do Estatuto Social, poderão votar pelo sistema eletrônico oficial ou manual, somente os convencionais presentes e, evidentemente, inscritos para esta Assembléia Geral.

 

A sessão destinada à realização da eleição funcionará a partir das 8h, do dia 23 de abril, ininterruptamente, até a conclusão dos trabalhos de apuração e a totalização dos votos. A proclamação do resultado pela Comissão Eleitoral e a posse dos eleitos ocorrerão no mesmo dia.

 

Cada convencional deverá estar atento para o fato de que a finalização do recebimento dos votos ocorrerá às 17h, somente sendo admitido votar após esse horário, o associado que já estiver na respectiva seção eleitoral, mediante recebimento de senha e entregue à mesa sua credencial ou documento de identificação.

 

Esperamos que, uma vez mais, a bondade do Todo-Poderoso seja derramada em nossos corações, por Cristo Jesus, “de quem somos e servimos” (At 27.23). Finalizo com as palavras de Samuel, ao afirmar em Mispa, depois da flagrante derrota dos filisteus diante do povo de Deus: “Até aqui nos ajudou o Senhor” (1Sm 8-12)!

 

Read Full Post »

Cobertura da Convenção Geral

 

Pretendemos postar notícias todos os dias sobre a realização da 39ª. Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil (CGADB) na Grande Vitória, de 20 a 24 de abril.

 

Ao lado de dezenas de repórteres, apresentadores, fotógrafos e comunicadores de webs, o público externo será informado sobre as reuniões e decisões tomadas durante as plenárias, durante o dia, e cultos, em cada noite.

 

Com isso pretendemos passar ao público interessado as informações básicas sobre o evento até o seu desfecho, com a eleição e posse da nova mesa diretora da CGADB. Antes disso deverá ocorrer a eleição do Conselho Administrativo da CPAD.

 

O Conselho de Comunicação da CGADB está credenciando veículos de comunicação interessados na cobertura do evento, de todo o país.

Read Full Post »

Comissão Eleitoral indefere impugnação proposta pelo pastor Samuel Câmara

 

A Comissão Eleitoral da CGADB indeferiu a impugnação proposta pelo pastor Samuel Câmara. Com base em jurisprudência e parecer da Comissão Jurídica, pastor Wagner Gaby, presidente da Comissão, divulgou extenso relatório, para firmar a decisão.

 

Conforme alegação do pastor Samuel Câmara, diversas convenções estaduais teriam efetivado inscrições de seus ministros fora do prazo previsto no edital, ou seja, após o dia 20/1/2009. Segundo o argumento, ocorra prorrogação do prazo, o que o edital impede, e que no dia 21, teriam sido feitas 1.626 inscrições, as quais ele pediu que fossem impugnadas.

 

Dentro do princípio da ampla defesa, a Comissão Eleitoral notificou os ministros atingidos, por meio de suas convenções e deu prazo para que as mesmas apresentassem suas defesas. Notificou a Secretaria e a Tesouraria da CGADB, para que apresentassem os documentos pertinentes aos pagamentos e justificassem as datas pós 20/1/09 na relação de pré-inscritos e confirmados.

 

Por sua vez, a Comissão Jurídica emitiu parecer contrário à impugnação por entender que os impugnados comprovaram seus pagamentos.

 

Para fundamentar sua decisão, além de um grande número de citação de jurisprudência, a Comissão Eleitoral toma a quitação na clássica lição de Silvio Rodrigues, que afirma ser “um ato escrito no qual o credor, reconhecendo ter recebido o que lhe era devido, libera o devedor, até o montante do que lhe foi pago’ (Enciclopédia Saraiva do Direito, São Paulo, Saraiva, 1997, v. 63, p. 100). Prova-se o pagamento pela quitação ou recibo”.

 

Cita-se ainda o Código Civil Brasileiro, em seu artigo 319: O devedor que paga tem direito a quitação regular, e pode reter o pagamento, enquanto não lhe seja dada e o 320: A quitação, que sempre poderá ser dada por instrumento particular, designará o valor e a espécie da dívida quitada, o nome do devedor, ou quem por este pagou, o tempo e o lugar do pagamento, com a assinatura do credor, ou do seu representante.

 

Prorrogação

 

Quando ao prazo de inscrição prorrogado, “É notório que inexistiu prorrogação de prazo”, assim como “Também inexistiu inscrição dia 21/1, sendo que na verdade, foram feitas pré-inscrições e no dia 20 não foi possível concluir a constatação de que os pré-inscritos tivessem efetuado seus pagamentos e as datas constantes na relação emitida pela Secretaria referem-se não a pagamento, mas a confirmação de inscrição, o que se estendeu até mesmo após o dia 23/1”.

 

Dos 76 recursos com relação de centenas de ministros que pediram suas inscrições fora do prazo, a Comissão deferiu todos os que efetuaram o pagamento até o dia 20 de janeiro.

 

Nomes já haviam sido ratificados

 

Segundo o secretário-Adjunto da CGADB, pastor Cyro Mello, em resposta a Comissão Eleitoral, os impugnados estavam devidamente inscritos na forma e prazo estabelecidos no Edital de Convocação de 1/8/2008. A Secretaria diz ainda que “os respectivos pagamentos foram realizados dentro do prazo, exceto as inscrições dos ministros residentes no município do Rio de Janeiro, pertencentes às convenções Ceader, Comaderj e Confraderj, conforme registros 4.865, 7.379, 22.282 e 38.215, efetuadas dia 21/1/2009, em virtude de feriado municipal”.

 

Em sua resposta, a secretaria enfatiza ainda que fora utilizado a Relação de Filiados (confirmados) por Convenção, do dia 23 de janeiro,que atestou o fechamento das inscrições, devidamente assinada pelo presidente e membros da Comissão Eleitoral; pelos representantes do candidato pastor José Wellington e pelo candidato pastor Samuel Câmara.

Read Full Post »

Informação sobre renúncia e alteração

na eleição da CGADB não se confirma

 

A informação que publiquei referente ao título acima, realmente ocorreu. Tive essa certeza por causa da confiabilidade das fontes. Porém, no dia seguinte – no último sábado – busquei a confirmação por meio de outros contatos, que pudessem atestar a veracidade, em função da dimensão da notícia e do envolvimento de nomes de terceiros.

 

Tive a confirmação de que realmente a proposta foi estabelecida, mas um dos envolvidos acabou voltando atrás, e conforme indicou a fonte “roeu a corda” (termo usado para indicar desistência de uma das partes em determinado acordo).

 

Suspense para outra informação

 

Cheguei a pensar que esta seria a bomba que o pastor Silas Malafaia prometera para o próximo programa, dia 4 de abril.

 

Por outro lado, segundo essa mesma fonte (que confirmara o acordo), pastor Silas Malafaia deverá usar o programa para tecer comentário de uma pesquisa.

Com referência a pesquisas efetivadas na web, pretendo construir comentários em outra oportunidade.

 

Atualizado em 30/03/09 às 17h21

Read Full Post »

Pastor Samuel Lessa foi reeleito presidente da Ceader

Pastor Samuel Lessa

O pastor Samuel Baptista Lessa, líder da AD em Rio Bonito, foi reeleito presidente da Ceader (Convenção Evangélica das Assembléias de Deus no Estado do Rio de Janeiro e Outros) com 431 votos em reunião convencional realizada hoje (14/mar) na AD em Itaperuna, na região noroeste do Estado do Rio de Janeiro. Estiveram presentes 791 ministros (inscritos).

Desse total, além dos votos ao presidente reeeleito, 321 votaram no pastor Edvaldo Nascimento da AD em Irajá – Grande Rio – e 15 votaram no pastor Jaime Barcelos.

O pastor José Wellington Bezerra da Costa, líder da CGADB conduziu a eleição.

Cobertura completa em breve.

Read Full Post »

ALERTA:

OS CUIDADOS COM OS NOSSOS TEMPLOS 

Diante do lamentável fato ocorrido com a Igreja Renascer em São Paulo, a Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil (CGADB), alerta todos os líderes assembleianos para possíveis riscos semelhantes.

Segundo o presidente da CGADB, pastor José Wellington, desde a queda do telhado do referido templo, nós cristãos evangélicos poderemos sofrer pressões de autoridades, o que já ocorre em algumas regiões.

Para tanto, todos os pastores devem redobrar os cuidados e observar o seguinte: 

  • 1) Como bons cristãos devemos nos antecipar e cuidar para que não ocorra nenhum fato semelhante entre nós;
  • 2) Realizar revisão na construção dos templos, principalmente na parte superior;
  • 3) Não deixar para corrigir quaisquer problemas somente em reforma posterior;
  • 4) Procurar viver a política da boa vizinhança e nunca se estressar com vizinhos e autoridades locais (fiscais, subprefeitos, prefeitos etc), porque a partir desse momento, poderá surgir denúncia e tomar outras dimensões, com medidas que terão de ser tomadas por parte do governo (Ouvidoria);
  • 5) Caso não tenha qualquer problema com a administração municipal, o líder deve proceder da seguinte maneira:
  • a) Levar o IPTU do templo à Prefeitura (ou Subprefeitura) e solicitar um Termo de Consulta, para emissão do Alvará, pois caso ocorra fiscalização posterior, o referido número de protocolo indicará que a igreja estará em fase de legalização do templo;
  • 6) Em caso de fiscalização, o fiscal deve ser recebido por um representante da igreja, que tenha domínio da situação e, portanto, sabedor de todas as condições do templo;
  • 7) Caso o templo esteja ligado a uma igreja-matriz, o líder local deve, de imediato, avisar o seu pastor regional, para que medidas sejam tomadas. 

                        Pastor José Wellington Bezerra da Costa                                               Presidente da CGADB

Read Full Post »

« Newer Posts - Older Posts »