Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Espírito Santo’

CONVENÇÃO GERAL TERÁ CENTRO DE ATENDIMENTO AO MINISTRO    

 

 

 

Foto aérea do Centro de Exposições de Carapina

Foto aérea do Centro de Exposições de Carapina

A secretaria-Adjunta da Convenção Geral (CGADB) divulgou uma lista de informações importantes, e não menos interessantes, sobre algumas indagações que podem surgir no decorrer das reuniões.


Crachá
Durante todo o período em que o convencional estiver nas dependências do Centro de Convenções, deverá usar o crachá de identificação.


Declaração de Comparecimento

Caso a sua empresa exija declaração da CGADB atestando seu comparecimento nesta AGO, procure o Centro de Atendimento ao Ministro (CAM).

 

Email
Se necessitar receber uma mensagem urgente e não dispor de computador procure o Centro de Atendimento ao Ministro (CAM) para receber suas mensagens através do email:
39ago@cgadb.org.br 
 

Internet wi-fi

Não haverá disponibilidade do sistema Wi-FI no local do evento.

 

Estacionamento
Há um amplo estacionamento no local das reuniões.


Fotos ou gravações de áudio/vídeo

Não será permitida a gravação de áudio e vídeo (filmagem) durante as plenárias. Esse trabalho será liberado nos intervalos das plenárias, para que não haja interferência no bom andamento das atividades convencionais.

Para obter mais informações sobre esse assunto procure o Conselho de Comunicação e Imprensa para obter a devida autorização.


Salas para Reuniões

Os Conselhos e Comissões serão avisados previamente durante as plenárias quanto ao local e horário.


Energia Elétrica

A voltagem no local é de 127w.


Central de Atendimento ao Ministro

A Central de Atendimento ao Ministro (CAM) é um balcão onde você pode obter os seguintes serviços:

1) Atualização de endereços.

2) Dirimir dúvidas em relação ao seu cadastro na Secretaria Geral da CGADB.

3) Receber mensagens.

4) Enviar propostas para o plenário da Mesa Diretora.

5) Procurar objetos perdidos ou entregar achados.

6) Solicitar Declaração de Comparecimento.

7) Solicitar a divulgação de anúncios diversos.

8) Solicitar nova Credencial da CGADB.

9) Recadastrar-se.

 

Objetos achados e/ou perdidos

Se o convencional perder algum objeto ou achar algo, deve comunicar o Centro de Atendimento ao Ministro, instalado no local.


Celular & pager

Durante as reuniões desligue o seu celular e mude o pager para o modo “vibracal”. É, no mínimo, indelicado, deixar o celular tocar e, pior ainda, atendê-lo.


O uso destes aparelhos interfere na programação e dispersa a atenção dos presentes.

Se necessário usar o celular, dirija-se aos corredores e mantenha sua conversa com discrição.

 

Chequim (check in) nos hotéis

As diárias iniciam sempre às 12h.


Checaute (check out)

As diárias encerram também às 12h.

Observe bem o período de início e encerramento das suas diárias para evitar pagamentos extras desnecessários.


Despertador
Para não perder a hora, acione o programa do telefone ou solicite à recepção do seu hotel.

 

Extras no hotel

Esteja atento para as despesas extras de hotel. Verifique com o seu agente de viagem se o pagamento que você efetuou inclui telefonemas, frigobar etc.

 

Traslado
Esteja atento para não perder o transporte que o conduzirá do hotel ao local do evento e vice-versa. Não permita que outros esperem por você.

 

Refeições
No Centro de Exposição de Carapina há uma praça de alimentação, com boas opções de comida rápida (fast food), além dos restaurantes principais.

 

Café da manhã

A maioria dos hotéis já inclui o café da manhã na diária. Em geral o horário desse serviço vai das 6 às 10h.

 

 

 

Anúncios

Read Full Post »

Não temos nenhum registro bíblico que mostra Jesus falando em línguas estranhas. É simples entender isso.  Primeiro é preciso atentar para os propósitos do batismo no Espírito Santo. Segundo, porque Cristo, “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez”, Jo 1.1-3. Assim como Gênesis, João também é um livro que fala de Princípio, Início (“No Princípio criou Deus…/No Princípio era o Verbo”). Verbo é a ordem, a determinação para que as coisas ocorram, a Palavra dita (rhema) e sua eficácia, portanto, o próprio Senhor.

Quando João anunciou o Salvador disse o seguinte: “Eu, em verdade, tenho-vos batizado com água; ele, porém, vos batizará com o Espírito Santo. E aconteceu, naqueles dias, que Jesus, tendo ido de Nazaré. Da Galiléia, foi batizado por João, no rio Jordão. E, logo que saiu da água, viu os céus abertos e o Espírito, que, como pomba, descia sobre ele. E ouviu-se uma voz dos céus, que dizia: Tu és o meu Filho amado, em quem me comprazo. E logo o Espírito o impeliu para o deserto. E ali esteve no deserto quarenta dias, tentado por Satanás. E vivia entre as feras, e os anjos o serviam”, Jo 18-13.

Conforme vemos neste Evangelho, o próprio Senhor Jesus é quem batiza com/no Espírito Santo.

Ainda no mesmo livro temos a presença do Espírito Santo, enviado pelo Senhor Jesus à Igreja, com a idéia (no original), de “outro da mesma espécie”.

O propósito do envio do Espírito Santo, conforme João foi justamente para consolar (estar ao lado) dos discípulos, que passariam a não mais contar com a presença corpórea de Jesus, e ao saberem da futura ausência do Senhor, tiveram o coração cheio de tristeza (Jo 16.6). Então Jesus disse: “Todavia, digo-vos a verdade: que vos convém que eu vá, porque, se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, se eu for, enviar-vo-lo-ei”, v7.

Este versículo, conforme comentário da Bíblia de Estudo Pentecostal deixa “claro que o derramamento pentecostal do Espírito Santo ocorrerá somente depois de Cristo voltar para o Céu”.

Jesus ensina ainda sobre a atuação e propósito do Espírito Santo entre a Igreja: “Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu e vo-lo há de anunciar”, 16.14.

Por fim, no Dia de Pentecostes, cumprindo-se as 7 semanas após a Páscoa (“Porque Cristo, nossa Páscoa, foi sacrificado por nós”, 1Co 5.7), portanto no 50º. dia (Penteconta), os discípulos receberam o batismo no Espírito Santo, conforme Atos 2.1-4.

Entende-se então que a promessa recebida pelos discípulos (e ainda os discípulos de hoje recebem) é algo dado pelo próprio Senhor Jesus, por meio do Espírito.

No caso dos dons, segue-se a mesma indicação: “Mas a graça foi dada a cada um de nós segundo a medida do dom de Cristo. Pelo que diz: Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro e deu dons aos homens. (…) E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo”, Ef 4.7-8,11-12.

Não havia nenhum propósito em Jesus falar línguas estranhas, mas no caso de nós – seus discípulos – sim, pois “…a manifestação do Espírito é dada a cada um para o que for útil“, 1Co 12.6. Ele reparte essa unção a cada um (v11). Também no batismo no Espírito Santo forma-se um só corpo – o de Cristo, ou a Igreja, enquanto Cristo é a Cabeça de todos. Somos ainda em Cristo “edificados casa espiritual” (1Pd 2.5) e o dom de línguas estranhas nos serve como edificação pessoal (1Co 14.4). Ele está entre os dons espirituais outorgados à Igreja pelo próprio Jesus e, portanto, após a Expiação do Senhor Jesus.

Read Full Post »