Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘cpad’

As mudanças que a nova ortografia da língua portuguesa impõe, passaram a valer desde janeiro, e exigem correções em obras já publicadas. As alterações atingem todos os países de língua portuguesa e as mudanças devem ser concluídas até 2012.

Para atualizar-se a SBB já lançou a Coleção Estudando com a Bíblia, de nove volumes, escrita com as correções exigidas pela nova ortografia. Outras obras da SBB também estão sendo atualizadas de acordo com a necessidade de reimpressão. “Inicialmente, priorizamos a revisão de algumas Bíblias, em especial das publicações infantis, que atendem especialmente ao público escolar, adiantou o gerente Editorial da SBB, Denis Timm.

Segundo Timm, apenas cerca de 0,15% das palavras inseridas na Bíblia sofrerão alterações. As principais traduções usadas: Almeida Revista e Atualizada (RA), Almeida Revista e Corrigida (RC) e Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH). Na primeira (RA), as alterações atingiram 1,1 mil palavras, a maioria envolvendo acento e fim do trema. Timm cita as palavras Galileia, Judeia e hebreia, que perderam o acento. Porém, o som dessas palavras permanece sem alteração.

Lançamos o livro Manual da Nova Ortografia

Formato:14x21cm/128 pág/Acabamento: Brochura/ISBN85-263-0994-3 – R$ 24,90

Para ajudar as pessoas a compreender a nova ortografia da língua portuguesa, escrevemos esse livro, que responde às principais perguntas:

O que mudou?

Como escrever e falar?

O novo alfabeto da Língua Portuguesa

Regras de acentuação,

do uso do hífen,

do fim do trema.

A língua portuguesa é falada e escrita em oito países, chamados de lusófonos (de fala portuguesa). Além do Brasil e Portugal, formam o grupo Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Estes países compõem a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Em torno de 240 milhões de pessoas falam o idioma, considerado o sexto mais falado do mundo.

Para unificar a língua e torná-la mais forte por sua influência, criou-se em 1990, o acordo ortográfico. E como toda e qualquer alteração da língua necessita de aprovação oficial, o Governo brasileiro editou decreto regulamentando as mudanças, conforme publicação no Diário Oficial da União, seção i n. 87 p.11, Resolução nº 17, de 7 de maio de 2008, que “Autoriza a adequação dos livros escolares de ensino fundamental e médio às mudanças implementadas pelo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa”.

A alteração proposta vai impor mudanças no dicionário português correspondentes a 1,42%, enquanto no Brasil as mudanças serão de apenas 0,43%. Passam a vigorar no Brasil a partir do ano de 2009, com duração de três anos, tempo estimado para as adaptações necessárias. Enquanto as alterações não sejam totalmente assimiladas, avaliações, concursos e vestibulares aceitarão as duas grafias. Isso durará até final de 2011. Mas a partir de 2010, alunos da rede pública do Ensino Fundamental receberão seus livros já com as novas normas. O mesmo deverá ocorrer aos do Ensino Médio, porém, entre 2011 e 2012.

Inicialmente as regras serão usadas obrigatoriamente a partir de 2009, nos documentos de Governo.

MUDANÇAS

O alfabeto ganha mais três novas letras e passa de 23 para 26, com a inclusão das novas letras:

K, Y e W (k, y e w).

ALGUMAS PALAVRAS QUE PERDERAM O ACENTO AGUDO

Forma anterior Forma atual

Assembléia                                          Assembleia

Galiléia                                                  Galileia

Hebréia                                                 Hebreia

Heróico                                                  Heroico

Idéia                                                       Ideia

Jibóia                                                     Jiboia

Judéia                                                    Judeia

ABOLIÇÃO DO TREMA

Forma anterior Forma atual

Agüente                                                 Aguente

Lingüiça                                                 Linguiça

Seqüestro                                              Sequestro

Tranqüilo                                               Tranquilo

CAI O ACENTO NAS PALAVRAS TERMINADAS EM DUPLO O (OO)

Forma anterior Forma posterior

Abençôo                                                  Abençoo

Enjôo                                                        Enjoo

Magôo                                                      Magoo

Perdôo                                                     Perdoo

Vôo                                                            Voo

HÍFEN

Forma anterior Forma posterior

Anti-rábica                                           Antirrábica

Anti-religioso                                       Antirreligioso

Anti-semita                                          Antissemita

Auto-estrada                                        Autoestrada

Outras obras do autor

Tira-dúvidas da Língua Portuguesa, contém 1.000 exemplos de pecados gramaticais cometidos no dia-a-dia. Em pequenos tópicos e de fácil compreensão, o autor usa técnicas engraçadas e, portanto, de assimilação imediata, o que leva o leitor a ler o livro de uma só vez.

Ilustrações para Enriquecer suas Mensagens mostra cerca de 300 ilustrações, além de frases para fortalecer idéias em aulas, palestras e pregações. As ilustrações estão divididas entre fábulas, sabedoria da natureza, testemunhos e fatos.

Pontos Difíceis de Entender enumera uma série de provas científicas para indicar a veracidade bíblica, sem a intenção de validá-las. Esclarece ainda dificuldades concernentes a significados bíblicos e comenta passagens bíblicas e seus significados.

Fronteira Final é um livro que trata dos últimos acontecimentos no mundo, o que fortalece a indicação do Retorno de Jesus. É uma forma diferente e bastante atual de analisar a escatologia bíblica: Degelo Polar, Meio Ambiente, Superaquecimento, Líder Mundial, Globalização e as Sete Igrejas da Ásia e seus significados.

Read Full Post »

 

Embora tivesse plena convicção quanto ao resultado da eleição, antes mesmo do pleito ocorrer, por alguns motivos não tive a ousadia de antecipar-me às eleições. No que diz respeito à crença e vida espiritual, queria que a plena vontade permissiva e diretiva do Senhor, ocorresse.

 

Quanto as minhas opiniões, elas foram assunto em minha casa, com a família, e com um ou dois amigos. Penso que era algo a não ser divulgado, falado, revelado, mas tão somente uma questão de pessoalidade. Estou publicando em função da proximidade entre meus cálculos (que deixei anotado em minha agenda), e o resultado. Penso que outras pessoas fizeram algo semelhante.

 

A lógica é simples: após ter acesso às inscrições por convenções regionais, publicadas em meu blog, fiz algumas contas e cheguei a um resultado surpreendente. Somei os números dos que apoiariam pastor José Wellington e dos que seriam pró-pastor Samuel Câmara. Incluí como pró-pastor Samuel votos/convenções que, a meu ver, figuravam como dúvidas quanto ao lado escolhido; e do total pró-pastor José Wellington extraí 20%.

 

Dos dois resultados finais pastor José Wellington permaneceu com exatamente

780 votos a mais.

O resultado oficial da eleição dera a ele

756 votos a mais.

 

Portas abertas

 

Dias antes da eleição, tive um sonho que mostrava pastor José Wellington dirigindo um veículo bem antigo, que seria parte do acervo dos pioneiros assembleianos – semelhante às peças que inserimos no Memorial da CPAD.

 

Ele subia uma rua pouco íngreme e parou pouco antes do local onde deveria entrar, para conversar com um irmão. Eu estava postado à porta do local. Era um casario com portas grandes, altas e de duas folhas. Havia uma rampa que dava acesso à porta, pois a casa ficava cerca de metro acima do nível da rua. Ele alinhou o veículo à frente da casa, para ganhar impulso e subir a rampa, avançou e entrou.

 

Notícia antecipada

 

Por minha convicção (também algo pessoal), no dia 22, à noite, compus o texto que seria a notícia do resultado da eleição do dia posterior (23), para posta-lo em meu blog, assim que a informação fosse confirmada, conforme segue:

 

Pastor Wellington vence as eleições da CGADB mais uma vez

 

Mais uma vez pastor José Wellington Bezerra da Costa venceu as eleições durante a realização da 39ª. Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil (CGADB), realizada em Carapina, Serra (ES). Com número recorde de participantes (16,6 mil ministros inscritos), a Convenção foi exaustivamente disputada. (…).

 

A disputa exigiu uma estrutura gigantesca e profissionalização do sistema de captação dos votos. A CGADB contou com a participação e orientação do TRE do Espírito Santo e a votação foi realizada em urnas eletrônicas. Pastor José Wellington deve permanecer na presidência até abril de 2013, quando terá nova eleição. Em 2011 as Assembléias de Deus no Brasil completam 100 anos.

Read Full Post »

Pastor Wellington Junior foi reeleito presidente do Conselho Administrativo

 

 

Pastor Wellington Junior foi reeleito presidente do Conselho Administrativo da CPAD

Pastor Wellington Junior foi reeleito presidente do Conselho Administrativo da CPAD

 

 

Após a eleição dos membros do Conselho Administrativo da CPAD, sua diretoria foi aclamada pela maioria, composta pelos pastores Wellington Junior, presidente; Kemuel Sotero, vice; Demerval Cerqueira, 2º vice; Orcival Xavier, 1º secretário e Lucifrancis Barbosa, 2º. vice.

 

Os eleitos são dois membros e um suplente de cada região, com exceção do Sudeste (região da CPAD), com 3 membros, totalizando 11 membros e 5 suplentes.

 

Os demais eleitos são: pastores Carlos Alberto; Elienai Cabral, Lourival Machado, Daniel Accioli e Juvenil dos Santos; e os suplentes pastores Possidônio; Cleidson Carlos Ferreira de Souza, suplente, Sebastião Silva Cunha, Álvaro Oliveira Lima e Douglas Scheffel.

Read Full Post »

Dos 16 mil inscritos, Convenção Geral credencia 11 mil ministros e aprova contas da CGADB

 

Dos 16.616 inscritos na 39ª Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil (CGADB), 11.386 se cadastraram no evento até a tarde de hoje (22). Amanhã, dia 23, espera-se outros 3 mil para a eleição que ocorrerá a partir das 8h. As contas da CGADB, depois de análise por uma comissão nomeada pelo presidente, foram aprovadas em plenário. Pastor Wellington Junior foi reeleito presidente do Conselho da CPAD.

 

 

Mais de 11 mil pastores já cadastraram para eleição

Mais de 11 mil pastores já cadastraram para eleição

 

 

Evangelização

 

Pela manhã, pastor Raul Cavalcanti, de Imperatriz (MA), conclamou a todos à evangelização e investimento em missões. Ele sugeriu que a CGADB invista em um programa de evangelização e ainda no investimento pelas igrejas, por meio da Escola Dominical e pela ação pessoal de cada ministro. Ele levou à reflexão quando mostrou números e a possibilidade de crescimento.

 

Divórcio

 

Houve discussão sobre o tema divórcio, mas o assunto, muito complexo, ainda dependerá de novas avaliações, a partir do Conselho Jurídico.

 

Igreja Católica Romana oficializada

 

Discutiu-se ainda a questão do acordo assinado entre o presidente Lula e o Vaticano, no mês de novembro. Pastor Pedro Ribeiro, deputado federal (CE), alertou a todos sobre os privilégios que a Igreja Católica Romana receberia a partir da aprovação do acordo pelo Congresso. O país voltaria a práticas da época do Império, quando o romanismo era oficial e tinha todas as suas atividades financiadas pelo Governo.

 

Apresentação de cada candidato

 

No final da plenária os dois candidatos apresentaram os seus discursos e, depois, todos receberam orientação do presidente da Comissão Eleitoral, pastor Wagner Gaby sobre o funcionamento do sistema eleitoral.

 

Conselho Administrativo

 

Ainda no início da noite, antes da eleição do Conselho Administrativo, que ocorreu simultaneamente ao culto, pastor Antônio Carlos Lorenzetti falou sobre o funcionamento das urnas.

 

Os ministros inscritos que ainda não chegaram e, portanto, não se cadastraram, terão a tolerância de até às 17h. A eleição começa pela manhã e vai até o final do dia.

Read Full Post »

Comissão vai analisar contas e plenário aprova nova Convenção fluminense

 

Mais uma Convenção regional foi reconhecida e aprovada pelo plenário convencional. Também uma comissão foi nomeada pelo presidente pastor José Wellington, para analisar possíveis embates das contas da CGADB. Amanhã (22/4) as contas da CPAD serão apreciadas.

 

 

Assembleia aprovou mais uma convenção estadual

Assembleia aprova mais uma convenção estadual

 

 

Com cerca de 15 mil ministros-membros, a 39ª Convenção Geral das Assembléias de Deus em sua reunião ordinária de ontem (21/4), discutiu as contas de 2008 da própria entidade e aprovou a nova Convenção regional fluminense. A nova representação de ministros, a Ceaderj, tem pouco mais de 300 ministros-membros. Para eliminar dúvidas quanto à aprovação pela maioria, pastor José Wellington solicitou a manifestação de favoráveis e contrários, quatro vezes. O grupo de apoio à chapa CGADB pra Todos, encabeçada pelo pastor Samuel Câmara, candidato à presidência, postado estrategicamente à frente do plenário, formavam um “paredão”, que lançava para a idéia de maioria, por causa da dimensão e profundidade do local.

 

 

Pastor Silas Malafaia contestou relatório financeiro da Convenção

Pastor Silas Malafaia contesta relatório financeiro da Convenção

 

 

O relatório foi apresentado, mas houve a solicitação para que a apresentação fosse efetivada pelo 1º tesoureiro, pastor Jonas Francisco de Paula. Pastor José Wellington solicitou então a presença ao microfone do tesoureiro, que passou a fazer suas explicações. Mesmo assim, diante da insistência de as contas terem falhas, não obstante o Conselho Fiscal já tê-la provado, pastor José Wellington usou sua prerrogativa para indicar uma comissão que analisará, em separado, e depois apresentar relatório ao plenário para aprovação. Alguns questionaram o pastor Silas Malafaia, que apresentou tais falhas, por ele ser o 2º. tesoureiro da própria mesa diretora.

 

 

Pastor José Wellington recorre aos estatutos durante as discussões

Pastor José Wellington recorre aos estatutos durante as discussões

 

 

Mesmo sob forte pressão, orquestrada pela chapa CGADB pra Todos, pastor Wellington conduziu com notável domínio as plenárias.

 

Cultos

 

Pregou a Palavra pela manhã, no devocional, pastor Hidekazu Takayama (PR), e à noite, pastor Daniel Silva (AL).

 

Novamente à noite, milhares de crentes da Grande Vitória lotaram o enorme pavilhão do Parque de Exposições de Carapina, em Serra, Grande Vitória. 

Read Full Post »

CONVENÇÃO GERAL TERÁ CENTRO DE ATENDIMENTO AO MINISTRO    

 

 

 

Foto aérea do Centro de Exposições de Carapina

Foto aérea do Centro de Exposições de Carapina

A secretaria-Adjunta da Convenção Geral (CGADB) divulgou uma lista de informações importantes, e não menos interessantes, sobre algumas indagações que podem surgir no decorrer das reuniões.


Crachá
Durante todo o período em que o convencional estiver nas dependências do Centro de Convenções, deverá usar o crachá de identificação.


Declaração de Comparecimento

Caso a sua empresa exija declaração da CGADB atestando seu comparecimento nesta AGO, procure o Centro de Atendimento ao Ministro (CAM).

 

Email
Se necessitar receber uma mensagem urgente e não dispor de computador procure o Centro de Atendimento ao Ministro (CAM) para receber suas mensagens através do email:
39ago@cgadb.org.br 
 

Internet wi-fi

Não haverá disponibilidade do sistema Wi-FI no local do evento.

 

Estacionamento
Há um amplo estacionamento no local das reuniões.


Fotos ou gravações de áudio/vídeo

Não será permitida a gravação de áudio e vídeo (filmagem) durante as plenárias. Esse trabalho será liberado nos intervalos das plenárias, para que não haja interferência no bom andamento das atividades convencionais.

Para obter mais informações sobre esse assunto procure o Conselho de Comunicação e Imprensa para obter a devida autorização.


Salas para Reuniões

Os Conselhos e Comissões serão avisados previamente durante as plenárias quanto ao local e horário.


Energia Elétrica

A voltagem no local é de 127w.


Central de Atendimento ao Ministro

A Central de Atendimento ao Ministro (CAM) é um balcão onde você pode obter os seguintes serviços:

1) Atualização de endereços.

2) Dirimir dúvidas em relação ao seu cadastro na Secretaria Geral da CGADB.

3) Receber mensagens.

4) Enviar propostas para o plenário da Mesa Diretora.

5) Procurar objetos perdidos ou entregar achados.

6) Solicitar Declaração de Comparecimento.

7) Solicitar a divulgação de anúncios diversos.

8) Solicitar nova Credencial da CGADB.

9) Recadastrar-se.

 

Objetos achados e/ou perdidos

Se o convencional perder algum objeto ou achar algo, deve comunicar o Centro de Atendimento ao Ministro, instalado no local.


Celular & pager

Durante as reuniões desligue o seu celular e mude o pager para o modo “vibracal”. É, no mínimo, indelicado, deixar o celular tocar e, pior ainda, atendê-lo.


O uso destes aparelhos interfere na programação e dispersa a atenção dos presentes.

Se necessário usar o celular, dirija-se aos corredores e mantenha sua conversa com discrição.

 

Chequim (check in) nos hotéis

As diárias iniciam sempre às 12h.


Checaute (check out)

As diárias encerram também às 12h.

Observe bem o período de início e encerramento das suas diárias para evitar pagamentos extras desnecessários.


Despertador
Para não perder a hora, acione o programa do telefone ou solicite à recepção do seu hotel.

 

Extras no hotel

Esteja atento para as despesas extras de hotel. Verifique com o seu agente de viagem se o pagamento que você efetuou inclui telefonemas, frigobar etc.

 

Traslado
Esteja atento para não perder o transporte que o conduzirá do hotel ao local do evento e vice-versa. Não permita que outros esperem por você.

 

Refeições
No Centro de Exposição de Carapina há uma praça de alimentação, com boas opções de comida rápida (fast food), além dos restaurantes principais.

 

Café da manhã

A maioria dos hotéis já inclui o café da manhã na diária. Em geral o horário desse serviço vai das 6 às 10h.

 

 

 

Read Full Post »

Fundação assembleiana elege diretoria

Funec vai priorizar processos de novas rádios em 3 Estados

 

ANTÔNIO MESQUITA

 

Amapá, Acre e Mato Grosso do Sul são os três Estados que deverão ter seus processos de liberação de emissoras de rádio intensificados. Em geral são Estados em que os líderes locais têm meios de atuar politicamente, junto ao Ministério das Comunicações, para que o processo de liberação ande mais rápido, que forçam a priorização.

 

Segundo o pastor José Wellington, presidente da CGADB e do Conselho Curador da Fundação Evangélica de Comunicação (Funec), a entidade tem processos para a instalação de emissoras em quase todos os Estados da federação, mas há necessidade de empenho político para que a liberação tenha andamento satisfatório.

 

Atualmente a Funec mantém a Faculdade (Faecad), instalada ao lado do prédio da CGADB e tem uma emissora, operando em estado experimental, em João Pessoa (PB), a 96,1 FM. É a primeira da Rede AD Brasil. A Faecad teve o reconhecimento de seu curso de Teologia pelo MEC, à frente de inúmeras universidades famosas na área, como o curso da Pontifícia Universidade Católica (PUC). Agora a faculdade assembleiana pleiteia autorização do MEC para os cursos de Pedagogia e Letras.

 

Para o pastor José Wellington o empenho para a liberação de emissoras de rádio é uma das frentes de trabalho da CGADB. O projeto na área de comunicação traduz uma das formas de a denominação oferecer a sua parcela de colaboração à sociedade. Como a maior denominação cristã no Brasil, a AD tem condições de oferecer serviços, além de seu papel primordial, que é a própria anunciação das Boas-Novas, e a implantação de emissoras de rádio é um deles.

 

Nova diretoria

 

A nova diretoria da Funec foi eleita no último dia 25 (fev), em reunião realizada na CGADB. O Conselho Curador tem como presidente o pastor José Wellington, com os membros-pastores Orcival Xavier (DF), Lucifrancis Barbosa (Amapá), Elyeo Pereira (RJ) e Ancelmo Silvestre (MG). Pastor Elyeo Pereira substituiu o pastor Sebastião Rodrigues de Souza que solicitou sua saída em função de já atuar como presidente do Conselho Curador de fundação congênere em Cuiabá.

 

O Conselho Executivo é formado por Ronaldo Rodrigues de Souza, diretor-administrativo; diretor-operacional, pastor Antonio Dionizio da Silva (MS); e diretor-financeiro, pastor Lourival Machado (RJ). O Conselho Fiscal é formado pelos pastores Israel Sodré (PR), presidente; Kemuel Sotero (ES), relator; e Moisés Rodrigues (SP), vogal.

 

Durante a reunião seus membros aprovaram o relatório fiscal de 2008 e o orçamento para 2009.

 

Veja abaixo o vídeo da inauguração da emissora.

 

 

Esta matéria poderá ser reproduzida com citação de fonte/crédito (Blog Fronteira Final, pastor Antônio Mesquita é presidente do Conselho de Comunicação e Imprensa da CGADB).

Read Full Post »

Conheça os pastores que estarão concorrendo a cargos na Mesa Diretora e no Conselho Fiscal da CGADB para o quadriênio 2009-2013 nas eleições que ocorrerão no dia 23 de abril de 2009 em Serra, Grande Vitória (ES), por ocasião da 39ª AGO da Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil. 

Fonte: Mensageiro da Paz (CPAD) * Ano 78 * nº 1.482 * 8 de novembro de 2008  http://www.cpad.com.br/cpad/down/MENSAGEIRO%20ESPECIAL.pdf

Read Full Post »

Senti-me compelido a escrever este artigo depois de ler a carta de um leitor desta revista, que teceu comentários a respeito do artigo O arrebatamento da Igreja, por mim escrito meses antes. Achei que o artigo estava fraco e sem profundidade. Após a publicação fiquei me cobrando. Na carta o irmão diz, que ao ler o artigo, sentiu a presença do Espírito Santo, foi renovado e passou a falar em línguas. Nem por isso mudei a minha idéia, mas pude perceber o que o Senhor realiza, quando temos propósitos naquilo que fazemos. Mesmo quando a nossa pequenez é notória, o Senhor manifesta a sua grandeza, para glória de seu nome.

Não pretendia falar tão cedo sobre o mesmo assunto. Entretanto, o Senhor revelou-me algo para minha edificação, e, ao passar para o arquivo, comecei a engrossar as informações, pela graça do Senhor.

Um dia minha mente se abriu, e passei a compreender a relação do casamento  e o mistério do arrebatamento da Igreja, conforme ensino do apóstolo Paulo, em Efésios 5.31-32.

O mistério do casamento dito pelo apóstolo, cremos estar ligado à atração natural da mulher pelo homem e vice-versa. Do homem ela saiu e para ele quer voltar; enquanto o homem busca esta realização; do mesmo modo como saímos de Deus e para Ele queremos voltar. Nisto temos o mistério do arrebatamento comparado ao do casamento. Pela união conjugal o homem é arrebatado do abrasamento para uma vida sem paixões carnais.

A Bíblia fala ainda do casamento mostrando o varão (macho), unindo-se à varoa (fêmea), formando os dois uma só carne (homem-Adão). “E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou”, Gn 1.27.

Ao ser criado, o varão precisava completar-se na mulher, que dele saiu, e para ele volta. “Portanto, deixará o varão a seu pai e a sua mãe e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne”, Gn 2.24.

No sexto dia, o Senhor conclui o círculo da Criação. E como dizia meu professor de Escatologia, pastor João de Oliveira, o 6 é o número do homem. É divisível e multiplicativo.

Este círculo nos remete para a idéia de conclusão, de completo, de obra final.

O mesmo acontece em relação à Igreja. Quando o círculo se fechar, e a obra de restauração do Senhor se completar, no resgate da Igreja, o mistério será revelado.

Tudo isso não pode ser compreendido pelo homem carnal ou natural. Os que não alcançam a revelação da promessa divina, vivem na superfície, fazendo da obra do Senhor um comércio. Sobre estes Paulo alerta dizendo que são “privados da verdade, cuidando que a piedade seja causa de ganho e ainda… Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela”, 1Tm 6.5 e 2Tm 3.5. A fé não é para todos. Muitos são chamados, mas os escolhidos, são poucos.

Retrato 

A essência divina que está em nós é o espírito, soprado no homem, que permanece e é eterno, enquanto a carne volta ao pó. Ele efetua a materialização do caráter, e por ela o homem constrói o tabernáculo ou corpo para a eternidade por meio de suas obras. Para que isso ocorra, o vaso de barro deve portar a excelência do poder de Deus, e não da carne (2Co 4.7).

No caminho desse processo de restauração, “gememos, desejando ser revestidos da nossa habitação que é o céu”, para que a carne, que se acaba, seja absorvida pela vida (5.4), derrotando a morte, pois seria uma contrariedade ter a Vida e morrer. O Senhor deixa bem claro que quem receber a Vida (crer Nele), ainda que esteja morto, viverá.  Por isso, “desejamos deixar este corpo, para habitar com o Senhor”, 5.8.

O Senhor diz: “O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito”. Daí a necessidade do novo nascimento, com o segredo do vento que assopra (pnei pneuma), ouve-se a sua voz, “mas não se sabe de onde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito”, Jo 3.6-8.

Assim como o homem deixa a seu pai e a sua mãe para se unir a sua mulher, para serem uma só carne (Ef 5.31), taxado por Paulo como um grande mistério, e refletindo a sombra da união da Igreja a Cristo; o homem precisa despir-se de seu corpo natural,  para revestir-se do corpo espiritual, refletido pela sombra do material, pelas obras nele, para edificação do tabernáculo ou corpo eterno.

Como para a eternidade não se leva obras carnais, assim como o homem deixa por completo sua família, formando outra com a esposa, tudo o que conquistamos na terra passará pelo fogo. As obras humanas, de palha ou madeira, serão queimadas. Mas ficarão as de metal, prata e ouro. A madeira, que simboliza as obras humanas, pode ser usada para a sustentação das obras espirituais, mas não subsistirão ao fogo.

Temos o exemplo na construção da Arca da Aliança. A madeira acácia – por ser dura e resistente, rechaça a presença de traças –, foi revestida de ouro. Quando a madeira sai, o ouro, embora oco, fica e mantém o formato. A madeira dá lugar ao ar – o vento. Lembra-se do “vento assopra onde quer…”?

Cumpri-se então o segredo dito por Paulo, que a carne e o sangue não podem herdar o Reino de Deus. “Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos arrebatados. Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade. E, quando isto que corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória”, 1Co 15.52-54. 

*Artigo Publicado na Revista Pentecostes (CPAD) – maio/2000

 

Read Full Post »

Reunião da Convenção Geral aprova tudo conforme convocação

pastor-jw.jpg

    A reunião da Assembléia Geral Extraordinária (AGE), realizada na PUC em Porto Alegre, terminou na quinta-feira (28), por volta das 13h, após a leitura da ata que descreveu todo o texto modificado, apresentado e votado pelos convencionais. A aprovação foi facilitada pela análise e discussão da comissão composta de representantes das partes interessadas. Houve inicialmente resistência do grupo opositor, com reações que prometiam tumultuar a reunião. Mas, para coibir tal iniciativa – uma vez que havia a informação, por profecia, de que o Inimigo tinha a intenção de provocar um grande escândalo entre os pastores, o que seria facilmente propalado pela mídia secular –, pastor José Wellington estabeleceu a discussão fora de plenário por meio de uma comissão e os poucos pontos divergentes foram eliminados com o consenso entre advogados convencionais.

Peculiaridades  

  As alterações de estatutos anteriores jamais foram concluídas em uma única reunião. Esta reunião manteve ainda outro indicador: desde 2003 a CGADB mantém o recorde de uma reunião por ano.

Fim das revisões

convencionais1.jpg 

    A partir de então a aprovação feita de artigo por artigo, totalizando 119, 61 parágrafos e mais de uma centena de pontos e subdivisões, foi efetivada sem dificuldades e em ambiente cordial. Na quinta-feira, muitos convencionais, que faziam parte de caravanas, já haviam viajado esvaziando o plenário.

Mandato passa para 4 anos

mesa1.jpg  

  A ampliação da do mandato eletivo de dois para quatro anos, com o direito de uma única reeleição foi o mais evidenciado. Nele ficou estabelecido, que as novas regras serão empregadas a partir da eleição do próximo ano – em abril de 2009.

Próxima Convenção em Cuiabá

 

  A da próxima Convenção Geral (Assembléia Geral Ordinária) deverá ser realizada em Cuiabá. 

Rádio Web

cpad-age.jpg

   Durante a reunião a CPAD montou uma estrutura com vários estandes, dentre eles um especial para os seus produtos. Um longo corredor agrupou estandes de segmentos da editora e da CGADB. Um dos estandes da CPAD recebeu a instalação de uma emissora de rádio para transmitir material, de forma experimental, para o Rio, onde estão sendo montados dois estúdios – de gravação e produção para a Rede de Rádio Web CPAD. A Rede CPAD de Rádio será inaugurada no próximo dia 13 de março, quando se comemora aniversário da editora.     

Grade de programação para todos

    A partir de então a rede vai oferecer a todas as emissoras ligadas às ADs sua programação ou parte dela. Os interessados poderão acessar a grade de programação, via internet, por meio de uma senha, recebida no cadastramento. A primeira emissora da Rede AD Brasil, da Fundação Nacional de Comunicação (Funec), 96.1 FM, instalada em João Pessoa (PB), ligada à CGADB, também veiculará parte dessa programação.

Seminários de Comunicação

pastor-mesquita.jpg

  Todas as regiões do país poderão receber a ministração do Curso de Comunicação, oferecido pelo Conselho de Comunicação da CGADB. Segundo o seu presidente, pastor Antônio Mesquita, os líderes interessados poderão entrar em contato com a Secretaria Geral da CGADB, por meio de seu secretário Cyro Mello, ou por meio do próprio presidente e solicitar o Seminário em sua igreja.    

Conteúdo

  O curso constituirá de orientação de postura diante de entrevistas, em especial na tevê, estruturas de mídia, o avanço da mídia web, estilo de linguagem, a estrutura de uma notícia e artigo, como começar um texto, e apologia dos preceitos cristãos evangélicos na mídia secular. Serão apresentados meios de acesso à média secular de cada região e também a representação regional para mobilizar a igreja e dar respostas a ataques à fé cristã ou a posturas que a agridam, como a degradação moral exposta nos próprios órgãos de informação (acesso: mesquita.jornalismo@gmail.com)  

A cobertura completa da AGE você poderá ler no Mensageiro da Paz de abril.

Read Full Post »

« Newer Posts - Older Posts »