Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Chuva’

Carros ficam ilhados na praça da Bandeira, na zona norte, por causa da forte chuva que atingiu a cidade. (R7.com)

Quem não ouviu falar da proteção espírita contratada pelo Governo e Prefeitura do Rio? O pacto para proteger a cidade de catástrofes teve início na administração do ex-prefeito César Maia. A “empresa” espírita leva o nome de Fundação Cacique Cobra Coral e tem como marketing o “poder de interferir nos fenômenos climáticos através de uma entidade espiritual”.

A matéria foi divulgada pela Veja (29/julho/2009), página 96, Cidades, sob o título Mistérios entre o céu e as Prefeituras, e o subtítulo: As administrações municipais do Rio de Janeiro e São Paulo têm convênios com uma fundação mediúnica a qual elas atribuem o poder de mudar o clima.

O tal espírito deve ter se afogado na catástrofe que assolou a cidade do Rio ontem. Três pessoas morreram, a cidade ficou alagada e o trânsito verdadeira loucura. Fui ao Terminal Rodoviário, principal rodoviária do Rio e pude perceber o volume de precipitação. Até na Ponte Rio-Niterói havia lâmina d’água na pista. Após a descida da ponte, nas proximidades da rodoviária, havia um caos e a água batia quase à porta do veículo.

O tal Cacique não é Cobra em questões de tempestades e Corou ou, quem sabe, morreu na praia do Leme?! Não há gente séria na política desse país!

À semelhança de Pafos

Conforme já noticiamos, recorremos à história bíblica, com semelhança. Em Pafos havia um sujeito que também prestava assessoria oficial. Barjesus (Elimas) era igualmente um falso profeta judeu, encostado na autoridade local, o procônsul romano Sérgio Paulo (de também dois nomes), embora Lucas o tenha na qualidade de homem equilibrado (“varão prudente”), “significando que ele tem capacidade mental e não é engabelado pelo mágico”.

Porém, como era comum no mundo antigo, “o procônsul tinha atração pela magia e consultava feitiçaria e quiromancia a respeito de questões importantes. Entre os assistentes de Sérgio Paulo está o mágico Barjesus” (ARRINGTON, French e STRONSTAD, Roger Comentário Bíblico Pentecostal, 2003, 1ª Edição, Rio de Janeiro, CPAD).

A Bíblia diz que, embora Sérgio Paulo quisesse ouvir a mensagem verdadeira, propagada pelo apóstolo, o médium-assessor criava-lhe obstáculos. O apóstolo, cheio do Espírito Santo, não esperou para dizer-lhe: “Filho do Diabo, cheio de todo o engano e de toda a malícia, inimigo de toda justiça, não cessará de perturbar os retos caminhos do Senhor?” O apóstolo não para por aí e ordena que o mesmo fique cego por determinado tempo.

Quer comentar o artigo? Clique aqui.

Anúncios

Read Full Post »