Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘CGADB’

CEADER Pr Hoário

Embora em número reduzido, a considerar o seu rol de membros, a Ceader se reuniu nos dias 10,11 e 12, na AD em Cordovil (Grande Rio), liderada pelo pastor Francisco José da Silva.Sob a presidência do pastor Alberto Serafim de Souza, parte dos 6 mil ministros da primeira Convenção de Ministros das ADs no Estado do Rio, a Ceader, esteve presente e ouviu pregações e discussão de assuntos pertinentes.

PRELETORES

No sábado, dia mais intenso, pregou a Palavra pastor José Wellington Junior, de Belenzinho, São Paulo. Ele exortou os ministros a partir do diálogo entre Jesus e apóstolo Pedro, com base em Mateus 16.13-19. Nos devocionais de quinta e sexta, pregou pastor Roberto José, presidente da AD em Abreu e Lima, Recife.

Na sexta-feira, cheio de Graça e autoridade, também pregou pastor Adilson Faria, presidente da AD em Mutuá, São Gonçalo-RJ. Todos os dias, à noite, pastor Eduardo Lopes, também de Belenzinho, pregou.

EQUIDADE

Houve tensão no sábado, quando tentou-se distinguir, sem rodeios e com mais intensidade um dos dois conhecidos candidatos à presidência da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), que tem mais de 50 mil filiados.

Vários convencionais questionaram, com indignação, tal ação, por entenderem que o concílio deve agir com equilíbrio, isenção e sem parcialidade, por representar todos e não somente um grupo.

Isto ocorreu em função de o pastor Samuel Câmara não ter sido recebido pela mesa diretora, onde postava-se o outro candidato, pastor José Wellington, e, por fim, ainda, um jovem pastor apresentou uma moção de apoio a José Wellington Junior, que representava seu pai, por motivo de doença.

Samuelo Camara

Pastor Samuel Câmara (foto), acompanhado de seu filho, pastor Philipe Câmara, que haviam chegado de São Paulo, especialmente para prestigiarem o encontro, passou por tal constrangimento sem emitir qualquer opinião de juízo e manteve-se calado.

Entretanto, após a manifestação de indignação por considerável número de membros, pastor e advogado Antonio Manoel, autor da proposta que produziu o consenso a AGE da CGADB, realizada recentemente em São Paulo, instou a direção ao equilíbrio.

Ele apelou aos objetivos e postura históricos da Ceader e enfatizou pontos determinantes de ações cristãs, indicando que, como manda a boa e piedosa conduta do concilio, os dois deveriam ser convidados para receberem oração dos convencionais, de forma imparcial, a considerar a vontade soberana divina, acima de interesses de grupos.

Isto soou bem a todos e, então, pastor Samuel, convidado à frente, ajoelhou-se e recebeu oração dos convencionais-colegas e posterior menção de apoio. Pastor Wellington Junior havia se retirado.

NOVOS MINISTROS

No mesmo dia, 71 ministros foram consagrados ao SENHOR. Segundo a Secretaria Examinadora de Candidatos ao Santo Ministério (Secam), nove foram reprovados.

HOMENAGEM

PLACA SC

Pastor Samuel Câmara prestou homenagem à Ceader, por meio de uma Placa Comemorativa aos 105 Anos das Assembleias de Deus, em nome da Primeira Igreja Assembleia de Deus e Museu Nacional das Assembleias de Deus, no Belém do Para. Pastor Philipe fez a entrega.

Durante a consagração, pastor Horácio da Silva Junior, que deu nome à turma de novos ministros foi homenageado. Presidente de extensa região eclesiástica, pastor Horácio atua como verdadeiro bispo, um presbítero (ancião), pastor de pastores, com 223 igrejas, 147 ministros, 411 presbíteros, 463 diáconos e mais de mil cooperadores.

Bastante emocionado, ao lado da esposa, de suas três filhas e do filho, agradeceu e observou: “A minha preocupação no momento não é outra senão a iminente Volta de Jesus. Ele vai voltar em breve e precisamos estar preparados”.

ESQUERDOPATAS

Estiveram presentes ministros do Rio e de vários outros Estados, o deputado estadual Samuel Malafaia, irmão do pastor Silas Malafaia, o federal Ezequiel Teixeira, de origem assembleiana e fundador da Igreja Vida Nova e o senador Marcelo Crivela, da Igreja Universal.

Os dois deputados falaram de seus embates e investidas de esquerdopatas, defensores do homossexualismo e outras formas de promiscuidade, que tentam impor, a qualquer custo, o homossexualismo e outras libertinagens em escolas de crianças, órgãos públicos e em entidades.

Pastor Samuel disse que a Assembleia Legislativa fluminense aprovou projeto de sua autoria, que institui e oficializa o Dia dos Pais. Isto para que as escolas comemorem oficialmente o dia, em oposição ao movimento à militância homossexual, que busca proibir o uso das definições próprias da natureza humana, a indicarem a presença de pais e mães e impor o Dia do Cuidador, fato já comprovado por ele, em escola do Rio.

O ex-secretário de Governo do Rio, pastor Ezequiel Teixeira, falou da festa de gastança de dinheiro público em festas promovidas por movimentos homossexuais e que, mesmo quebrado e com salários de servidores atrasados, o Governo Pezão gastou em 2015, com esse tipo de festança, 9 milhões.

Read Full Post »

Dificuldade para equilibrar número de membros x local apropriado leva à democratização

Com a mudança nos estatutos, a próxima eleição da diretoria da Convenção Geral das Assembleias de Deus (CGADB), terá votos online.

De qualquer ponto do país ou do mundo, ministros-membros do maior concílio de pastores do Brasil poderão indicar por voto, via online, os candidatos escolhidos para ocuparem os cargos da mesa diretora. São o presidente, os vices, secretários e tesoureiros, representantes das cinco regiões do país, incluindo os membros dos conselhos Fiscal e Administrativo.

Mais de 2 mil pastores e evangelistas, considerados ministros, participaram da 7a. AGE, realizada no templo em finalização, no Belenzinho, na capital paulista, liderada pelo atual presidente da CGADB, pastor José Wellington da Costa.

Ontem (25), a proposta de consenso de ambas as partes foi aprovada. Pastor Antonio Manoel Gomes dos Santos (RJ), apresentou um substituto, retirado posteriormente, salientou pastor Emanuel Junior, por mensagem (abaixo). Porém, com o uso de algumas proposições pelas comissões Jurídica e Eleitoral, por fim houve unanimidade e aprovação pelo plenário.
Pastor Celso Brasil (AD/Fonseca-Tx, Niterói-RJ, enalteceu a participação de Cláudio Dias, ministro e advogado. “Sua participação foi fundamental”, e concluiu: “Terminou ontem com consenso. A eleição será através de sistema online e ficou exatamente conforme gostaríamos que fosse”.

 

MÃO-ÚNICA

Considerada um avanço, essa mudança solucionará um problema até então insolúvel, pois não existe meios e espaços próprios e adequados para abrigar o número de pastores interessados na eleição. O concílio assembleiano reúne mais de 30 mil ministros. Informações mais recentes dão conta de que o número de membros é mais de 50 mil.

Todos os que forem credenciados e estiverem em dia com sua anuidade junto à CGADB poderão votar pela internet. O acesso será pelo site e as instruções deverão publicadas posteriormente para orientar o acesso.

Read Full Post »

Pr. Edson Alves da SilvaPastor Edson Alves da Silva presidente da AD/Tradicional e de presidente de honra da Convenção Estadual da AD Tradicional do Amazonas (Ceadtam) em Manaus, partiu para a Eternidade hoje (16/8/13), aos 76 anos, em Natal (RN), onde nascera a 15 de abril de 1937.

Em 1974, pastor Edson foi enviado para Madagascar (África), como o primeiro missionário da Igreja Assembleia de Deus em Rio Grande do Norte. Lá plantou a Igreja do Senhor, juntos dos missionários Rosa-Virgínio Carvalho, em Antisirabe e Diego Suarez.

Naquele continente pastor Edson enfrentou batalhas espirituais, mas com oração e jejum obteve vitórias gloriosas.

Seus pais Antônio Alves da Silva e Maria do Carmo Rodrigues Silva (irmã Dadinha) com toda a família receberam Jesus no dia 19 de abril de 1946. A vizinha da família, Chiquinha Damásio, membro da Assembleia de Deus, levou toda a família aos pés de Jesus, depois de muita perseverança.

O então menino Edson, fora batizado nas águas em agosto de 1948 e a 13 de abril de 1947, Jesus batizou-o no Espírito Santo, na residência do casal Aline-Epitácio Rodrigues. Desde então, Edson passou a envolver-se com a obra do Senhor, começando pelo louvor, por meio da banda musical da igreja.

Seu amor pela causa do Mestre o levou a buscar conhecimento da Palavra, quando, então bacharelou-se fez em Teologia, pelo Ibad (turma 1967).

Quando regressou a Natal, adoeceu gravemente e chegou a ser desenganado por médicos. Porém, em uma noite, quando todos dormiam e ao sentir a aproximação da morte, o jovem Edson Alves levantou a mão e clamou: “Jesus, faz alguma coisa”! E Jesus fez! Curou-o instantaneamente.

Atou como auxiliar da Palavra em Natal e visitou quase todo o interior do Estado, ao lado do pastor João Batista da Silva, então pastor-presidente da AD no Estado. Ministrada estudos bíblicos e também chegou a ser regente do coral da AD/centra e ainda liderou a mocidade, ao lado do pastor Elinaldo Renovato.

Quando retornou ao Brasil, após ser enviado como missionário ao continente africano, casou-se com Zilda Viana, em 7 de maio de 1977. Juntos seguiram para Cayenne/Guiana Francesa, onde fundaram a Assembleia de Deus.

Nesta mesma época, o casal viajou por muitos lugares, passando em canoas em rios e enfrentando perigos de rios caudalosos. Chegou a visitar o interior do Amapá, inaugurando congregações, visitando os crentes, orando pelos enfermos e ensinando a Palavra.

Ao retornar ao Brasil em 1981, passou a liderar a AD em Currais Novos (RN). Mas em 1983, a convite do saudoso pastor Alcebíades Pereira de Vasconcelos, mudou-se para Manaus. Desde em maio de 1984 servia ao Senhor no Amazonas, onde teve dois filhos Josiel e Igor.

Em 2000 fundou e assumiu a presidência da Assembleia de Deus Tradicional em Manaus, atualmente com templo-central e mais 194 congregações em Manaus (Fonte: Site da AD Tradicional do Amazonas).

Read Full Post »

 Pr. Santana1Partiu para a Eternidade no último dia 22 (jun), às 10h, pastor Raimundo João de Santana, presidente de honra da Assembleia de Deus no Rio Grande do Norte, com matriz em Natal. Ele havia passado a presidência ao atual líder, pastor Martin, no dia 6 de janeiro de 2012. Seu corpo foi sepultado no dia seguinte – domingo – no cemitério em Parnamirim (RN).

Estivemos com ele algumas vezes e somos testemunhas de sua vida piedosa. Em uma delas, gravamos e editamos sua entrevista em vídeo na série Obreiro Aprovado, lançada pela CPAD. Foi um homem admirável, equilibrado, respeitado, temente e piedoso.

Quando pastoreou a igreja em Caicó (RN), exerceu expressiva liderança espiritual o que ocasionou o crescimento do número de novos convertidos e templos. Sua notoriedade, por meio da atividade eclesiástica chegou a despertar o interesse político. Por diversas vezes foi convidado por políticos locais a se candidatar a prefeito da cidade. A todos os convites declinou educadamente porque sua missão sempre fora com o Senhor Jesus, pois fora chamado para ser pastor de ovelhas e não político, justificava.

Segundo ele, o homem chamado por Deus deve renunciar coisas caras, importantes em troca de outras a que se vê, apenas pela fé. Deus não recebe em sua obra, homens que estejam presos a quaisquer coisas que representem valores materiais. Quando o homem se dispõe a renunciar a tudo então se coloca dentro dos propósitos divinos.

Esses referenciais compõem os propósitos da vida de um homem que desde a sua juventude tem-se apresentado como escolhido do Senhor. Raimundo Santana separou-se do mundo para a realização de uma obra mais importante que qualquer outra atividade, em qualquer um dos diversos segmentos que a vida secular proporciona.

 Vida e ministério

Pastor Raimundo, nasceu no município de Nísia Floresta (RN), em 13 de dezembro de 1924, teve toda a sua história devotada à obra do Senhor. Consagrado a diácono em 1950, presbítero em 1953 e ao pastorado em 1962. Pastoreou igrejas em Santa Cruz, Caicó e Parnamirim.

Aos 20 anos de idade, contraiu núpcias com irmã Ivone Oliveira de Santana, no dia 29 de fevereiro de 1944. Dessa união nasceram as filhas Mirian Oliveira Santana, com o Senhor; Marli Oliveira de Santana Bezerra; Marlene Oliveira de Santana Souza e Marlúcia Oliveira de Santana Varela.

Raimundo Santana recebeu Jesus no dia 6 de junho de 1944, justamente no templo-central da AD em Natal, que anos mais tarde passou a ser o seu presidente. Na época, o líder era o saudoso pastor Eugênio Martins Pires.

No leito de dor, horas antes de ser recolhido a Glória, pastor Pires recomendou ao então presbítero Raimundo Santana:

– Tenha Cuidado com a Doutrina.

Seis meses após receber Jesus, também no templo-central, pastor Santana foi batizado em águas. Dois anos depois, em uma vigília de oração, num dos bairros de Natal, recebeu o batismo no Espírito Santo.

Após trabalhar como auxiliar, em 9 de agosto de 1950, foi separado para o Diaconato; exatamente 3 anos após, ao Presbitério e em 29 de julho de 1962, foi ordenado ao ministério de Cristo.

Suas atividades eclesiásticas se estenderam pelos bairros de Rocas, Regomoleiro, Redinha, Mãe Luiza, Lagoa Seca, Nova Descoberta, Igapó e na Rua do Motor.

Cumprindo sua missão ministerial e eclesiástica no Rio Grande do Norte, em julho de 1960 foi enviado pela Convenção de Ministros da Assembléia de Deus do Estado (Cemadern) para trabalhar na região do Seridó, na cidade de Caicó, onde construiu vários templos, inclusive o templo-matriz, inaugurado em 1962.

No mesmo local, também fundou a Escola Primária da Assembleia de Deus e o Centro Social. Instalou naquela região, expressiva obra social, espiritual e eclesiástica na região. Mesmo após sua saída, os comentários ainda enfatizam as atividades desenvolvidas pró-Reino, durante os 11 anos passados ali.

 Com a trágica morte do pastor-presidente da Assembleia de Deus, no Rio Grande do Norte, João Gomes da Silva, vítima de acidente automobilístico, pastor Santana foi eleito, no ano seguinte, presidente da Ieadern, sob o cuidado de não fazer campanha para tal.

Marcas do ministério

Entre suas características está a de ser um homem pacífico e notavelmente piedoso. Por isso, quando nota a presença de alguém apressado, não hesita em dizer:

– Deixa de afogadilho!

Em 2008, durante as festividades dos 90 anos da AD no Estado, a Ieadern realizou na Praia do Forte, o maior batismo da história do Rio Grande do Norte, com 2,1 mil batizandos.

Todos quantos falam desse homem de Deus, sempre procuram as melhores construções como forma de enaltecer sua atuação na Igreja do Senhor. “Ele tem a unção de Deus”, alegam além de ser um homem zeloso.

Read Full Post »

Os eleitos da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), maior concílio cristão evangélico do Brasil, que ocorreu em Brasília, no Parque da Cidade Sara Kubitschek, de 8 a 12 de abril. No dia 11, das 8 às 17.  

Foram inscritos 24 mil ministros, cerca de 70% do total de membros da CGADB. Desse total, somente 70% compareceram, ou seja, 17 mil.

Os eleitos, suas respectivas regiões e convenção regional, bem como a chapa, seguem abaixo, com nomes iniciados pelo número correspondente à chapa: 1-pastor José Wellington e 2-pastor Samuel Câmara.

Da mesa diretora, somente pastor Jonas Francisco, eleito 5º secretário (Sudeste), estava ligado ao grupo 2. Já no conselho fiscal – que fiscalizará as contas tanto da CGADB quanto da CAPD, editora da denominação, pertencem ao grupo de Samuel Câmara.

PRESIDÊNCIA

José Wellington (Pres/Confradesp, São Paulo-SP)

Pastor José Wellington é o presidente que mais permanece na presidência da CGADB desde sua fundação, com 25 anos, desde 1988.

1º Vice-presidência (Sul)

1) Ubiratan Batista Job (Pres/Cieapadergs, Porto Alegre).

2º Vice-presidência (Centro-Oeste)

1) Sebastião Rodrigues de Souza (Pres/Comademat, Cuiabá).

3º Vice-presidência (Norte)

1) Gilberto Marques de Souza (Pres/Comieadepa,Ananindeua-Belém-PA)

4º Vice-presidência (Nordeste)

1) José Antonio dos Santos (Pres/Comadal, Maceió-AL)

5º Vice-presidência (Sudeste)

1) Temóteo Ramos de Oliveira (Pres/Confraderj, Benfica, Rio de Janeiro-RJ)

1º Secretário (Sul)

1)Perci Fontoura (Umuarama, Paraná)

2º Secretário (Centro-Oeste)

1) Antonio Dionizio da Silva (Pres/Comadems, Campo Grande-MS)

3º Secretário (Norte)

1) Pedro Abreu de Lima (Pres/Ceimadac, Rio Branco, Acre)

 4º Secretário (Nordeste)

1) Roberto José dos Santos (Pres/Comadalpe, Abreu e Lima, Recife)

5º Secretário (Sudeste)

2) Jonas Francisco de Paula (Pres/Comaderj, Paracambi-RJ)

1º Tesoureiro (Sudeste)

2) Ivan Pereira Bastos (Pres/Confrateres, Cariacica, Espírito Santo)

2º Tesoureiro (Sudeste)

2) Álvaro Alén Sanches (Pres/Comadetrim, Uberlândia-MG)

CONSELHO FISCAL

1ª Região (Sul)

2) Jerônimo dos Santos, pastor da AD em Cachoeirinha (RS) e membro do Conselho Consultivo da Cieapadersgs

2ª Região (Centro-Oeste)

2) Geovani Neres Leandro da Cruz, pastor da Assembleia de Deus Ágape, em Luziânia, Goiás

3ª Região (Norte)

2) Jediel Lima, Palmas-TO (Filho Pedro Lima, pres/Ciadseta-TO)

4ª Região (Nordeste)

2) Antonio José Dias Ribeiro, 2º vice-presidente da AD em Imperatriz (MA), presidida pelo pastor Raul Cavalcante

5ª Região (Sudeste)

2) Luiz Cezar Mariano Silva (Ceader, Duque de Caxias-RJ)

Read Full Post »

Uma mega estrutura que em quase nada glorificou ao Senhor, senão à exaltação humana, viu-se na 41ª CGADB, em Brasília (8-12), conforme retratou em manchete o Mensageiro da Paz (9abr13): ‘Apoteose’, literalmente ‘elevar alguém ao status de divindade, endeusamento, em função de circunstância especial’.

O personalismo (artigo postado dia 13: O uso excessivo de epônimos e a supersimplificação da história) retrata muito bem o fato.

Tudo isso pôde ser visto em Brasília, com tentáculos estendidos por diversos locais, tanto internamente quanto fora do parque. Outdoors, vídeos na rede interna de tevê do aeroporto e placas em ‘vê’ invertido, à imitação da política secular. Naquele momento, não dava para perceber a diferença entre o sagrado e o profano.

Com o sagrado em baixa, o profano deu um show de marketing e de muito dinheiro empregado, desassociado à simplicidade do Evangelho de Cristo.

Valores temporais e efêmeros

Ao ver toda a parafernália erguida e o volume extraordinário investido, mais de uma dezena de milhão empregado, sem quebra de dúvida, um pastor piedoso e visivelmente angustiado com o registro, não teve dúvida:

– Dê-me todo esse dinheiro e farei um estardalhaço na seara do Inimigo!

Pior! Não há esperança de serem demovidos desse sentimento, a retratar 1Coríntios 11.19. A arrogância é característica dos que promovem heresias, fábulas e engenhos humanos. As heresias (haireseis, no grego) são difundidas por partidários dentro da igreja. Estes pregam dissensão (divisão), em colisão com os aprovados ou convertidos.

Vimos um show de marketing, com vistas ao temporal, inclusive com atitudes grotescas, bárbaras e, portanto, reprováveis.

Toda essa capacidade de manipulação de opinião e de assimetria ideológica, por força das ações epônimas, deveria ser canalizada pró-Reino e mudar a glória humana em glória divina!

Vimos pessoas preparadas, mas não prontas para o Reino (cf Rm 1.15), que não se assemelham ao apóstolo Paulo, modelo a ser seguido, imitado.

Interessante que, ao defender o seu apostolado, Paulo diz que é colocado como último da fila e espetáculo ao mundo: “Porque tenho para mim, que Deus a nós, apóstolos, nos pôs por últimos, como condenados à morte; pois somos feitos espetáculo ao mundo, aos anjos, e aos homens”, 1Co 4.9.

O apóstolo retrata a posição dos aprisionados pelos impérios, como o Romano, levados pelos exércitos para prestar o espetáculo na entrada triunfal dos generais e seu exército, de volta, com o prêmio da conquista. Após o exército, em último lugar, seguiam os cativos a oferecer festa – o espetáculo – aos cidadãos do império triunfante, que os agrediam e atiravam-lhe pedras.

Esperança de mudança

Causou-me ainda mais asco, a incapacidade de fazer alguma coisa que pudesse mudar essa fotografia. Senti-me impotente e ridicularizado, fora do contexto e desprezível, por não fazer parte desse lado cruel e profano.

Este sentimento cresceu ainda mais quando chamei atenção de um sujeito da família de um dos candidatos, por causa de escândalo causado por sua deprimente ação. Recebi como resposta um brado agressivo e não menos animalesco, a reclamar votos.

Inocentemente pensei que minha intervenção levaria o sujeito a refletir sobre seus atos, que, naquele momento, assemelhou-o a um verdadeiro ser irracional.

Des-comunhão

Presenciamos a ausência da koinonia (comunhão), base da indicação da presença do Corpo e a imitação do pior contexto de Corinto, conforme análise paulina: “Nisto, porém, que vou dizer-vos não vos louvo; porquanto vos ajuntais, não para melhor, senão para pior. Porque antes de tudo ouço que, quando vos ajuntais na igreja, há entre vós dissensões; e em parte o creio. E até importa que haja entre vós heresias, para que os que são sinceros se manifestem entre vós”, 1Co 11.17-19.

Read Full Post »

Com o resultado da eleição da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), alguns indicativos podem ser vistos, além dos próprios números. O prometido apoio dos dois grupos não teve 100% em Brasília. Isto traiu a confiança na vitória, em especial do pastor Samuel Câmara, obviamente.

Sua base perfazia o total de pouco mais de 11 mil, enquanto do pastor José Wellington anunciava 14 mil. As contas não batem, pois os inscritos não passavam de 24,2 mil, porém, aproximam. Nas minhas contas, mais realistas, considerando o grupo de apoio de pastor Samuel, totalizei 7.970 votos, isto é, dos 11 mil, os que realmente estariam presentes para dar o seu voto.

Menos 30%

Ocorre que, não obstante as inscrições serem reais, a presença deixou a desejar. A desistência aumentou de 25% na última eleição em Vitória, para os 30% atuais. Dos 24,2 mil compareceram somente 17 mil e, desses, 328 não compareceram às urnas, baixando o número para 16,6 mil votaram. Com isto, o índice de votantes desceu ainda mais, menos 31%.

Mesmo assim, o tempo preestabelecido – das 8 às 17h – não foi suficiente. Às 17h, muitos ainda permaneciam em filas, quando receberam senhas. As urnas foram abertas às 20h34, mas a contagem dos votos demorou ainda mais. Fiquei até o final da contagem e da emissão do relatório final (de mídia, sozinho), próximo das 5h30 da madrugada do dia 12.

Depois de considerar a desistência da eleição anterior, fiz a previsão de presença: 17 mil. Na pior hipótese, entre 16 e 19 mil. Cheguei perto dos números reais.

Outros números

A previsão do grupo de pastor José Wellington, no dia anterior à eleição, segundo o ministro Joabe (Maceió) era bem realista: 8 mil para José Wellington e 6 mil para Samuel Câmara. A diferença em percentual permaneceu praticamente a mesma, somente os números finais mudaram: 9 mil a 7,4 mil.

Parece que os números se alteraram no dia 11 – da eleição –, pois até o dia 10, os indicavam 14 mil presentes. Pastor Samuel mantinha 5 mil instalados em suas gigantescas tendas armados no local.

Resultados e os mais votados

Os números-resultados revelam alguns segredos. Pastor José Wellington recebeu 55% dos votos e, somente 751 a mais que pastor Temóteo Ramos, 5º vice; 801 a mais que pastor Jerônimo dos Santos, Conselho Fiscal (Sul); e 881 acima da votação recebida pelo pastor Antonio Dionizio (2º secretário-Centro Oeste), os três mais votados.

Eles formaram o grupo do vice, secretário e conselheiro mais votado e teve mais votos que pastor Samuel Câmara: 7.407 contra 8.252, 8.202 e 8.122, respectivamente.

Brancos e nulos: 26.7 mil

Os brancos e nulos também realçam as contas. Foram 21.218 brancos e 5.493 nulos, totalizando 26.7 mil. Os números foram multiplicados pela disputa de 41 nomes a 18 cargos.

A representatividade do Nordeste contou com dois nomes fortes: José Neco-Alagoas e Pedro Damasceno-Maranhão e, por isso, creio, teve um índice alto de abstinência: 1.117 brancos e 268 nulos.

Com a maior diferença (8.252 de pastor Temóteo contra 6.897 de pastor Eliel), os dois do Rio (Confraderj e Ceader), registraram 1.396 brancos e 310 nulos.

Os brancos somados para a 5ª secretária foram de 2.065, com três candidatos e disputa entre Jonas Francisco (6.932) e Isaías Coimbra (6.141), os dois do Rio, Confraderj e Ceader, respectivamente.

Na disputa pelo cargo de conselheiro-Sudeste (Luiz Mariano-Ceader-RJ e vencedor-6.278; Edson Vicente-6.163; e Samuel Rodrigues-Ciadspel-SP- 1.986) os votos em branco chegaram a 1.675 e nulos 349. Um número a menos (1.676), foram os brancos para 4º secretário.

Composição da mesa diretora

Imagem

As dezenas de seções eleitorais com cédulas que levavam até 4 minutos para conclusão do voto

Embora tenha vencido a presidência, pastor José Wellington não levou todos os principais cargos. Interessante que os eleitores votaram em duas cédulas-urnas: 1: presidente (1), vices (5) e secretários (5). Na cédula-urna 2: 1º e 2º tesoureiros (entre 5 candidatos); e 5 conselheiros (entre 12 candidatos).

A cédula 1 foi vencida, inteiramente, pelo grupo de pastor José Wellington; a cédula 2, foi vendida por membros do grupo do pastor Samuel Câmara, também completamente. Todos estes juraram fidelidade, isto é, de não mudar de posição e não aderir à política de pastor José Wellington, em documento assinado por todos.

Auditoria de contas

Com essa posição, eles pretendem analisar possíveis falhas discutidas em plenário, concernentes às contas da CGADB-CPAD. Para que não haja imposição ‘partidárias’, emoção acima da razão e ainda para não postergar e assumir culpas por omissão, segundo um dos tesoureiros-eleitos, deverão contratar uma empresa de auditoria independente para análise das contas.

Read Full Post »

Resultado final a ser proclamado hoje (12), às 10 horas
(atualizado em 13/04 às 01h09)

Presidente:
1) JOSÉ WELLINGTON BEZERRA DA COSTA (SP) – 9.003
2) SAMUEL CÂMARA (PA) – 7.407

1º Vice-presidente (Região Sul)
1) UBIRATAN BATISTA JOB (RS) – 8077
2) IVAL TEODORO DA SILVA (PR) – 7558

2º Vice-presidente (Região Centro-Oeste)
1) SEBASTIÃO RODRIGUES DE SOUZA (MT) – 7916
2) SÓSTENES APOLOS DA SILVA (DF) – 7505

3º Vice-Presidente (Região Norte)
1) GILBERTO MARQUES DE SOUZA (PA) – 6.995
2) JONATAS CÂMARA (AM) – 6.860
3) LEONARDO LUZ – 1.602

4º Vice-presidente (Região Nordeste)
1) JOSÉ ANTONIO DOS SANTOS (AL) – 7.967
2) PEDRO ALDI DAMASCENO (MA) – 7385

5º Vice-presidente (Região Sudeste)
1) TEMOTEO RAMOS DE OLIVEIRA (RJ) – 8252
2) ELYEO PEREIRA (RJ) – 6.897

1º Secretário (Região Sul):
1) PERCI FONTOURA – 7.624
2) NILTON DOS SANTOS – 7.459

2º Secretário (Região Centro-Oeste)
1) ANTONIO DIONIZIO DA SILVA – 8.122
2) LUCAS ARAÚJO DE SOUZA – 6.999

3º Secretário (Região Norte)
1) PEDRO ABREU DE LIMA – 7.523
2) OTON MIRANDA DE ALENCAR – 7.222

4º Secretário (Região Nordeste)
1) ROBERTO JOSÉ DOS SANTOS – 7.405
2) MANOEL MONTEIRO – 7.224

5º Secretário (Região Sudeste)
1) JONAS FRANCISCO DE PAULA – 6.883
2) ISAIAS LEMOS COIMBRA – 6.054
3) NILSON ALVES – 1.254

1º Tesoureiro (Região Sudeste):
1) IVAN PEREIRA BASTOS – 7236
1) JOSIAS DE ALMEIDA SILVA – 7002
3) REGINALDO CARDOSO DOS SANTOS – 1492

2º Tesoureiro (Região Sudeste):
1) ALVARO ALEN SANCHES – 7.868
2) NEHEMIAS GASPAR DE ARAÚJO – 7.674

Conselho Fiscal:

1ª Região (Região Sul):
1) JERÔNIMO DOS SANTOS – 8.202
2) JOSÉ POLINI – 7.243

2ª Região (Centro-Oeste):
1) GEOVANI NERES LEANDRO DA CRUZ – 7.977
2) RINALDO ALVES DOS SANTOS – 7.265

3ª Região (Norte):
1) JEDIEL LIMA – 7.161
2) JOEL HOLDER – 4.994
3) ISAMAR PESSOA RAMALHO – 2.595

4ª Região (Região Nordeste):
1) ANTONIO JOSÉ DIAS RIBEIRO – 7.935
2) ISRAEL ALVES FERREIRA – 7.232

5ª Região (Região Sudeste):
1) LUIZ CEZAR MARIANO SILVA – 6.278
2) EDSON EUGÊNIO VICENTE – 6.163
3) SAMUEL RODRIGUES – 1.986

22h03:  95% urnas apuradas

José Wellington: 8.407
Samuel Câmara: 7.097

20h58: Começou agora a contagem de votos para presidente.

20h45: Urnas abertas às 20h34 e as cédulas começaram a ser contadas e separadas de 50 em 50 para, em seguida começar a apuração para presidente.

20h34: Início da apuração: cédulas estão sendo retiradas das urnas.

Read Full Post »

Dos 24 mil inscritos na 41ª Convenção Geral (CGADB), realizada em Brasília, desde 8, o total de presentes hoje – dia da eleição – não deve chegar a 17 mil, conforme previsões. Ontem a presença chegou a 14 mil.

Neste momento (17h), senhas estão sendo distribuídas aos que ainda permanecem nas poucas e pequenas filas. Várias seções, logo no início da tarde, já estavam vazias, mas com cerca de 50% de ausência.

O fato se repetiu em várias delas, em especial as de eleitores mais idosos.

As estruturas para o início da contagem dos votos já estão sendo preparadas, segundo o presidente da Comissão Eleitoral, pastor Antônio Carlos Lorenzetti, com a montagem de 126 meses para a recepção das urnas.

A conclusão da contagem final dos votos está prevista para até às 4h. Porém, a proclamação do novo presidente deverá ocorrer antes, por volta de 2 horas após o início da apuração.

Cerca de uma hora após a montagem das estruturas para a contagem dos votos, iniciará a contagem e mais uma hora após, deve-se conhecer o novo presidente eleito, conforme informações de Lorenzetti.

Fotos: Antonio Araujo-Brasília

Imagem

Pastor Antônio Lorenzetti com seu ícone de presença – o chapéu Panamá

Imagem

Filas para a votação em frente de seções

Read Full Post »

Acompanhe a eleição da CGADB:

17h35: Novo presidente da CGADB deve ser conhecido até as 20h. Acompanhe a apuração aqui no blog.

17h31: Daqui a pouco vamos postar mais informações sobre o término da votação.

16h42: “O uso excessivo de epônimos e a supersimplificação da história”. Leia aqui.

16h13: Várias seções já não tem mais filas de espera e registra até 50% de ausência.

Visitei as seções 88, 89, 90 e 95 que estão vazias, há mais de 1 hora. Nelas a presença chega em média a 50%.

Na 90ª dos 175 ministros, somente 90 votaram. Na 89, dos 222 cerca de 110 votaram.

A mesma média repetiu-se nas outras e o tempo médio usado foi de 4 minutos.

15h58: CGADB perdeu seu objetivo com tempo total limitado a discussões de gastos e custos e outros temas; nada de interesse à Igreja.

15h33: Esposa do diretor da CPAD teria um polpudo salário que chegaria a R$ 40 mil. Saiba mais.

15h14: Muitas seções já estão vazias e as que constatei – cerca de 6 – só receberam em média 50% dos eleitores.

15h06: Pastor Samuel Câmara tem computados 11 mil votos sem contar com dissidentes de convenções que votam fechadas em pastor José Wellington. Essa conta está bem enxuta.

14h43: Segundo minhas previsões a 41ª CGADB terá entre 17 e 19 mil eleitores dos 24.2 mil inscritos. Ganha quem receber entre 9 e 10 mil votos.

13h48: Muitos convencionais se mantém nas filas dado a lentidão dos votos.

13h37: Liminar derruba eleição do Conselho da CPAD e volta à determinação de eleição somente na sexta (12). Saiba mais.

13h03: Deputado Marco Feliciano (PSC/SP) chegou agora para votar. Está cercado de seguranças.

13h00: A previsão é de que o horário-limite (17h) ultrapasse dado a lentidão do processo.

12h37: Após votar o eleitor recebe um comprovante idêntico ao da eleição secular.

12h29: ´É um jornal´, disse um ministro após votar, referindo-se aos inúmeros nomes e dimensão da cédula.

12h00: As filas de votação não andam. Segundo um eleitor (já votou) não é possível votar com menos de 4 minutos.

20130411-143903.jpg
11h50: Pastor Antônio Carlos Lorenzetti, presidente da Comissão Eleitoral disse que seu chapéu – tipo Panamá – será ícone de sua aproximação e risco de prisão para quem for flagrado em fraude.

11h41: Com liminar que derruba a que pastor José Wellington conseguira pela manhã (dia 10), eleição do Conselho Administrativo da CPAD torna-se sem efeito.

10h39: Foram montados 90 guichês de atendimento com 35 ativos. As instalações e número de ministros, ônibus e outros veículos tornaram o parque pequeno..

20130411-142739.jpg
10h15: Gigantescas filas para retirada de crachá de acesso à votação ainda persistem. Crachá tem código de barras para acesso eletrônico em catracas.

Read Full Post »

« Newer Posts - Older Posts »