Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘AD Cuiabá’

Ao partir para os Céus hoje (8/7/20), o líder da AD em Cuiabá e Estado do Mato Grosso, pastor Sebastião Rodrigues de Souza deixa um legado, uma história ímpar, em uma época de tempos difíceis, trabalhosos (cf 2Tm 3.1).

Jamais arredou o pé de suas convicções quanto a valores dos bons costumes e tradição de princípios bíblicos, como contrariar o divórcio, e sem se intimidar com as críticas.

IDENTIDADE

Por outro lado, sempre apresentou credenciais que fortaleciam a sua irredutível postura. Cuiabá era conhecida por contabilizar milagres entre os crentes em Cristo, sempre identificados por modos conservadores.

Nem só o templo é gigante, como um ginásio, a refletir os escritos do apóstolo Paulo, quando descreve o exercício espiritual, sob o verbo grego ‘gminásio’ (exercitar-se), como na alusão à Olimpíada (cf 1Co 9.24-27).

Algumas de suas características eram ímpares. Além do denominado Grande Templo, era um exímio líder, e notável visionário. Os missionários enviados pela AD em Cuiabá se destacam por países incomuns, como Grécia, Itália, Japão, Espanha e Israel.

RESUMO BIOGRÁFICO

Filho de José Antonio de Souza e Maria Abadia Rodrigues, Sebastião Rodrigues de Souza nasceu em 11 de agosto de 1931, na fazenda de seus avós maternos, próximo à cidade de Pirajuba (MG). Batizou-se aos 17 e permaneceu no mesmo local por mais 10 anos.

Em 1947, conheceu Nilda, da mesma cidade e casaram-se em 1949. No ano de 1958, mudaram-se para Frutal (MG), onde ele foi consagrado ao Diaconato. Já no ano de 1961, foram para Ituiutaba (MG), depois para Capinópolis (MG), onde foi consagrado a presbítero, em 1962. Ao ministério pastoral chegou em 1965.

CARREIRA MINISTERIAL

Com o decisivo apoio da esposa, sua carreira pastoral, ascendeu por meio da liderança de inúmeras igrejas, como nas regiões eclesiásticas de Campinópolis (MG); Ituiutaba (MG); Igarapava-SP; entre os anos de 1966 a 1968; Votuporanga (SP); e, finalmente Cuiabá (MT), pelo período de 45 anos.

De 1993 a 1995 foi presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), e a partir de 1995, foi o vice-presidente.

Seu filho e também vice-líder da AD em Cuiabá, pastor Rubens Siro de Souza foi sepultado no dia 3, também vitimado pela Covid19.

Pastor Sebastião deixa viúva a irmã Nilda, que recebeu ontem (7), alta hospitalar, após contrair também a covid-19, um dia antes da morte do esposo. Deixa ainda os filhos pastor Silas, Silene e Abilio, noras, genros, netos, bisnetos e tataranetos.

RECONHECIMENTO

Pastor Eli Martins (ADB/São Carlos-SP), com o coração entristecido, falou do privilégio de, além de manter estreita amizade com esse reconhecido líder, teve a oportunidade de pastorear a AD/Votuporanga-SP, onde chegou a hospedar a convenção estadual, igreja que anteriormente fora presidida por pastor Sebastião Rodrigues.

Sua vida estendeu-se como paradigma, exemplo de dedicação e identidade cristã desde o século passado até os dias atuais, com suas mudanças e atualizações selvagens.

‘E sucedeu que, terminados os dias do seu ministério, voltou para sua casa’, Lc 1.23.

Read Full Post »