Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 5 de maio de 2020

Com o advento do mais formidável vírus, que conforme etimologia é ‘forma’ de ‘devil’ (forma do Diabo) o Covid19 arrastou o mundo para algo incomum, jamais visto e com características apocalípticas.

Ele mostra-se como alguma coisa preconcebida como balão de ensaio, muito além de seus males contagiosos e uma espécie de nano-tecnologia, a ceifar vidas como um pônei-biscuit da morte (cf Ap 6.8).

Em algumas regiões de determinados países o vírus arrasou. No Brasil os protocolos ‘foram engavetados’ retardando ações profiláticas, pois as duas capitais, São Paulo e Rio de Janeiro foram irresponsáveis, pois deveriam ter cancelado o carnaval, festa popular que atraiu turistas do mundo todo, incluindo da China, obviamente.

VERDADES E MENTIRAS

Outra questão diz respeito às informações sobre a mortalidade, que chega a ameaçar somente 5 de cada 100 casos, justamente os mais graves. A maior gravidade de contagio está restrita a alguns centros, enquanto a intensidade é bem menor na maioria das cidades. Por outro lado, muitos óbitos passam pelo filtro político com índices insuflados por mortes de diversas outras causas.

De todas as disputas entre os que defendem a quarentena total e a vertical, existe muita contrainformação sob o viés político-ideológico, desde o presidente da OMS, o etíope Tedros Adhanom, do partido comunista.

Em Grande Debate/CNN, Caio Coppolla fala com propriedade sobre dados relevantes e desconcertantes a governos intolerantes, como Dória:

QUEDA ECONÔMICA

Segundo o Sebrae, a previsão é do fechamento de 600 mil empresas, e como consequência 12,6 milhões de novos desempregados, equivalente ao aumento de mais 12% ao índice anterior, conforme a FGV. Esse número de desemprego deve registrar a mortalidade de 76,8 MIL, todos acima de 15 anos, projetou a FGV, enquanto a previsão mais pessimista aponta para 44 mil mortes pelo Covid19, metade da previsão de mortes pelo desemprego.

MANIPULAÇÃO DE DADOS

Para causar pânico, a mídia mostra dados manipulados e informações parciais, como a manchete de saturação no Hospital Emílio Ribas, na capital paulista. A notícia toma o hospital como um todo, mas enquanto a unidade detém 30 leitos de UTI, São Paulo conta com 15 MIL leitos, com 53% ocupados no Estado, e 73% na região metropolitana da capital paulista.

CALDO PIOR QUE O MOLHO

Sem nenhuma base científica, Dória radicaliza na imposição da Quarentena total, sem atrelar-se à lógica ou a dados científicos, não permitindo sequer questionamentos, além de ameaçar prefeitos menos radicais e mais conscientes.

E mais: dos 645 municípios paulistas somente 5 tem ocorrência de casos, mortes e contaminação preocupantes.

PREVISÃO SOMBRIA

Estudo publicado na revista The Lancet, realizado no Brasil e Reino Unido, em 2019, durante a crise econômica no Governo Dilma-PT, envolvendo economistas e médicos sanitaristas em 5 mil municípios, aponta que a cada 1% a mais na taxa de desemprego, a mortalidade aumentou 0,5%, totalizando 31.415 mortes de jovens e adultos, em função da recessão econômica.

Read Full Post »