Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 26 de outubro de 2019

Embora a lição 6: ‘A Rebeldia de Saul e a Rejeição de Deus’ – 10/11/19, CPAD, II, 1., nas duas últimas linhas, diga: ‘Note que foi um amalequita que ‘afirmou ter matado‘ Saul”‘ (grifo meu), cf 2Sm 1.1-10.

Deve-se entender que o autor da LB não está afirmando, mas usa o texto para contribuir com o que diz no contexto, e com a ironia a envolver justamente um amalequita. Ele teve o cuidado de usar o pressuposto da dúvida, que grifei acima: ‘afirmou ter matado‘.

As duas outras duas passagens predominam quando ‘afirmam’ que Saul se matou (2Sm 31.1-6; 1Cr 10.4-14).

Considere-se ainda que o texto permanece no convencional ao falar de um suposto assassino, que ‘disse’ ter assassinado o rei.

DESENCONTROS

Percebe-se alguns desencontros:
1- Sobre o amalequita não se tem informação sobre sua arma ou se estava armado;
2- Estava ocasionalmente: ‘Cheguei por acaso à montanha de Gilboa’ (2Sm 1.6);
3- Deve ter inventado a história, para impressionar Davi, como se Saul fosse o obstáculo ao trono a Davi, e ganhar recompensa;
4- Como inimigo de Israel, o amalequita não poderia estar no campo de batalha com Saul;
6- Poderia o amalequita estar no campo de batalha para saquear soldados mortos (Andrews Stud Bible).

IRONIA

Por ironia, Saul perdeu o trono justamente por não ter dizimado os amalaquitas (1Sm 14.47-48; 15.3), e 18 dias, e não no dia seguinte, da profecia do pseudo Samuel, conforme 1Samuel 28.18 (Bíblia Shedd).

MORRE POR DESCONHECIMENTO

Se o amalequita soubesse do respeito que havia em Israel por um ungido, não estenderia “a mão para matar o ungido do Senhor”, gabando-se desse ato. Ele acaba condenado por suas próprias palavras, pois o Davi ordena a sua execução.

É ainda ‘irônico que Saul tenha perdido seu reino por não ter aniquilado totalmente os amalequitas e, agora, alguém, que se diz amalequita, morre por ter afirmado que destruiu Saul’ (Bible Knowledge Commentary).

COMO TERIA SIDO?

Os dois textos bíblicos (1Sm 31.1-6 e 1Cr 10.4-14) atribuem à Bíblia a afirmação definida sobre a morte de Saul, lançando-se sobre a sua espada.

No caso de 2Samuel 31.1-10, a narrativa é exclusiva do amalequita, e parece deixar essa afirmação como uma história à parte e fora do contexto, como não verdadeira.

De certeza tem-se ‘a violação do cadáver ao pegar a coroa e o bracelete’, embora ‘tenha entregue a coroa e o bracelete a Davi para granjear o seu favor’ (Bíblia Shedd).

Read Full Post »