Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 26 de dezembro de 2014

image

Com um país pobre em memória e monumento, a realçar a história – e Catanduva não foge à regra -, a revitalização da Praça 9 de Julho, fez jus ao nome.

Extraindo a falha memorável – ausência de bandeiras no Pavilhão (24/12), justamente a parte indispensável e motivo principal da homenagem, ficou excelente.

Ressaltamos a construção politicamente correta, com acesso a pessoas com necessidade especial, e a inovação de incluir elevador para conduzir ao elevado altar.

A lâmina d’água, que corre sobre uma parede de mármore também atrai.

A estátua do soldado constitucionalista manteve sua pompa e ainda o desenho em traços e relevo no cimento, a retratar a história dão tons de monumento.

Portanto fica a arquitetura, ao menos, numa época em que ideologias políticas pobres, em todos os escalões políticos (e também por causa da degradação de representatividade e ausência de nobreza destes), tentam apagar memórias.

A Revolução Constitucionslista de 1932, deu-se em São Paulo que, apoiado por outros Estados, que depois voltaram atrás, lutou contra a ditadura de Getúlio Vargas.

Como toda ditadura, Vargas atropelava o Estado de Direito e a Constituição, ocasionando a revolta.

Mesmo em desvantagem, São Paulo foi à luta, mas perdeu e, em seguida, abandonou a ideia separatista.

Os jovens estudantes Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo foram mortos e deram nome ao movimento cívico no Estado de São Paulo MMDC, iniciais de seus nomes, em homenagem à bravura dos mesmos.

Read Full Post »