Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 10 de junho de 2014

Prosseguindo o estudo – do culto de Ensino da ADM/Catanduva – sobre o novo ser em Cristo, a partir de Romanos 8, analisamos os Frutos (observe o plural) da Carne ou Obras da Carne, em oposição ao Fruto do Espírito (no singular)
 
Tomamos Gálatas 5 para tal análise. Todas as obras, sem exceção, são caracteristicamente ausentes de ética.
 
Inicia-se com ciúmes (zelos, gr). Embora zelo tenha, como referência principal o cuidado, o primor com respeito ao cuidado, e que, portanto, pode refletir traços de virtude (2Co 1.11-12), ao ser fomentado pelo egoísmo, acaba por abominar tudo o que o outro consegue, desfruta ou alcança.
 
Ao ser movido pelo pecado, transforma-se em ambição egoísta, de mercenário e desagua na tentativa de divisão no Corpo de Cristo (1Co 1.11-12).
 
FACÇÕES 
 
Outra reação tão comum entre nós mortais, cria grupos, as facções, a partir de heresias (haireseis, gr), com o surgimento de falsos mestres, que, com suas regras (doutrinas), estabelecem dentro do grupo majoritário seus partidos.
 
Seus detentores apresentam, em geral, como religiosos, em algumas circunstâncias de forma excessiva, porém ausentes da piedade.
 
As seitas judaicas, como a dos fariseus, retratam bem essa forma de religiosidade, bem como a anterior.
 
INVEJA
 
Inveja deriva-se de phthonos (grego) e tem significado essencialmente maligno. Retrata a mesquinhez humana, por recentir-se de todo empreendimento vigoroso alheio. Por apresentar-se no plural indica postura constante, sem freios.
 
EMBRIAGUÊS
 
Embriaguês e orgia indicam modelo de existência tendo como ponto de partida o hedonismo e estilos de vida próprios dos povos sem vivência com Deus.
 
A premiar outros pecados, apóstolo Paulo acrescenta: ‘coisas semelhantes’ e destaca o vocábulo ‘antes’, para indicar claramente o que descreve em Romanos 8.1.
 
Depois, ainda, em texto menor, falaremos da classificação, da segmentação de tais pecados.

Read Full Post »