Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 10 de abril de 2013

Com a nova liminar concedida hoje (10) em Manaus, reeleição de Wellington Junior, como presidente do Conselho Administrativo da CPAD, tornou-se sem efeito.

A eleição, conforme a primeira liminar (e não sentença, conforme publiquei erroneamente), deveria ocorrer na sexta, após a eleição da mesa diretora da CGADB. A eleição ocorreu à revelia mas, hoje, pela manhã, advogados de pastor José Wellington conseguiram liminar, com juiz de plantão, mantendo a eleição.

Mais tarde, a liminar foi restabelecida e tudo voltou como antes, conforme despacho abaixo:

Assim, ao constatar a presença dos requistos autorizadores para a concessão do efeito pretendido – fumaça do bom direito e perigo na demora -, defiro o pedido liminar, atribuindo efeito ativo ao presente recurso. Determino, ainda, e utilizando o poder de publicitação das decisões judiciais, além da urgência que a situação fática exige, que esta decisão vale como comunicação à quem de direito. Determino, também, à Secretaria do plantão que comunique esta decisão pelos meios processuais próprios, especialmente os eletrônicos, com a urgência necessária”.

Anúncios

Read Full Post »

Imagem

Ministros presentes em Brasília na 41a CGADB

Durante a plenária de hoje (10), convencionais solicitaram detalhes na prestação de contas da CPAD, editora assembleiana e mantida pela CGADB, com a denúncia de que Carla Ribas teria um polpudo salário que chegaria a R$ 40 mil.

Segundo pastor Zildo José dos Santos (Comaderj), ao tomar conhecimento dos valores exorbitantes percebidos por Carla Ribas, esposa de Ronaldo Rodrigues de Souza, diretor-executivo da Casa e apresentadora do Programa Movimento Pentecostal, quis saber detalhes.

Um dos conselheiros da editora tentou justificar o disparate, ao afirmar que a esposa do diretor não tem vínculo empregatício com a Casa, mas sim um contrato com uma empresa terceirizada. Segundo informações seguras, seria a Ribas & Ribas, da qual Carla é sócia-proprietária.

Houve grande movimentação na tentativa de justificar a não apresentação de detalhes do relatório, mas, segundo convencionais, não se busca propriamente detalhes, porém explicações do fato questionado. O valor percebido por Carla Ribas ultrapassa a salário de presidente de multinacionais.

Discrepâncias no Relatório Financeiro da Casa

Um dos convencionais apresentou as discrepâncias no relatório. Em 2 anos (2011-2012), gastou-se R$ 5,3 milhões, com a média de R$ 250 mil por mês, em despesas administrativas (página 48).

Tais custos dizem respeito à manutenção, aluguel, viagens, hospedagens e conferências.

No mesmo período, o repasse do Fundo Convencional, para manutenção das atividades da CGADB, foi de R$ 4,2 milhões, bem menor que os gastos administrativos.

Mais intrigante ainda foi o crescimento gigantesco no ano seguinte a 2011, saltando de R$ 19 milhões para R$ 33 milhões em 2012 (página 53). Questiona-se o aumento de R$ 14 milhões e ainda às vésperas de eleição.

Investimento em Missões

Por outro lado, o investimento em Missões, por meio da Escola de Missões das Assembleias de Deus (Emad), foi de somente R$ 294 mil, durante o biênio.

Liminar e o Conselho Administrativo

Advogados de pastor José Wellington conseguiram liminar que garante a eleição antecipada do Conselho Administrativo da Casa, que reconduziu Wellington Junior, filho de pastor José Wellington à presidência.

Mas a manutenção da eleição, ocorrida ontem e que deveria ser realizada somente na sexta (12), após a eleição da mesa diretora da CGADB, garantida por sentença, foi concedida por juiz de plantão.

Porém, segundo Cláudio Dias, advogado de pastor Samuel Câmara, ainda hoje (10), a liminar será derrubada por meio de ação no Tribunal de Justiça de Manaus.

Nome negativado da CGADB

Ainda durante relatório das contas da CGADB, o contador Josuel Batista garantiu que a entidade está em dia com seus credores, com exceção de financiamentos, com pagamentos a vencer.

Por outro lado, pastor Cláudio Dias apresentou documentos que indicam o inverso. A convenção está no Serasa com os seguintes valores irrisórios, a considerar sua receita: R$ 2.200,27 (14 fev) e três valores de R$ 69,90 cada de datas diferentes.

Read Full Post »

20100608101135-predioadm

Pastor Wellington Junior foi reeleito presidente do Conselho Administrativo da CPAD, segundo cargo mais cobiçado da CGADB. Depois da eleição, ocorrida na tarde de ontem (9), mesmo com sentença contrária, pastor Samuel disse que não vai revidar e seguirá em frente na disputa.

Por outro lado, os advogados de pastor José Wellington vão tentar derrubar a sentença no Tribunal de Justiça, mas, enquanto isso não acontece, a CGADB incorre na multa de R$ 50 mil diários impostos pela Justiça em função do não cumprimento da sentença.

Ainda segundo os advogados de Samuel Câmara, com o fato que estabelece a eleição do Conselho somente após a eleição de 11 (abr), eles poderiam pedir a prisão do atual presidente. Porém, não o farão para não torná-lo vítima. “Não vamos cair nessa”, mas seguiremos o caminho da justiça.

Caso a diretoria do Conselho da Casa eleita hoje (por presidente de convenções regionais) seja homologada pelo plenário amanhã (10), a multa se elevará a milhões, pois será computada por convencional.

Samuel Câmara disse que caso ganhe, vai propor a eleição do Conselho como determinou a Justiça, ao acatar sua reivindicação, com realização somente após a eleição da mesa diretora, portanto na sexta (12).

O que se nota até aqui é que as estratégias adotadas indicam a expectativa de cada candidato a respeito do resultado.

Read Full Post »