Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 27 de junho de 2011

Em sessão especial o Senado comemorou no último dia 20 (jun-11), a impressão da centésima milionésima Bíblia produzida pela Sociedade Bíblica do Brasil. A sessão, proposta pelo senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), contou com a presença de representantes da entidade, entre os quais Adail Carvalho Sandoval, presidente; Rudi Zimmer, diretor-executivo; Erní Seibert, secretário de Comunicação e Ação Social e Celio Emerique, gerente-geral da Gráfica da Bíblia.

Cerca de 100 convidados acompanharam a cerimônia, presidida pelo senador José Wilson Santiago. “A nação inteira em pé deveria aplaudir essa conquista”, disse o senador Crivella em seu discurso. Já o senador Mozarildo Cavancanti deu seu testemunho sobre sua relação com o Livro Sagrado. Católico, quando começou a estudar Medicina, acabou por questionar o conteúdo da Bíblia e, ao concluir sua gradação, era agnóstico.

“Foi no contato com pacientes terminais, que sem explicação se recuperavam, que entendi que a Ciência e a Religião devem fazer as pazes. A Ciência é de Deus”, lembrou Cavalcanti, enfatizando que a sociedade será cada vez melhor se os princípios cristãos forem disseminados. “Esse número de 100 milhões de Bíblias deve servir de estímulo para que todos apóiem a obra da Sociedade Bíblica do Brasil, independente de sua denominação religiosa”, finalizou.

O presidente da SBB, Adail Carvalho Sandoval, lembrou o texto do profeta Isaías 40.8: “A erva seca, a flor cai, mas a palavra do nosso Deus dura para sempre”, para destacar a perenidade da mensagem bíblica: “A Bíblia rasgou séculos e chegou até nós. Ela não divide, aglutina. Nosso objetivo é que a Palavra de Deus seja espalhada em todo o mundo, que seja cada vez mais conhecida, amada e praticada, para que tenhamos uma sociedade mais justa e pacífica”.

O número de 100 milhões de Bíblias foi contabilizado desde 1995, quando a Gráfica da Bíblia, instalada na Sede Nacional da SBB, em Barueri (SP), foi inaugurada. Desde então, a unidade representou um verdadeiro divisor de águas na produção, encadernação e distribuição de literatura bíblica no Brasil. Hoje, constitui-se um dos maiores centros produtores de Bíblias do mundo.

A Bíblia símbolo dessa marca mundialmente inédita foi produzida no dia 26 de maio e ganhou edição comemorativa. É composta por duas traduções: a histórica Tradução Brasileira, de 1917, a primeira a ser feita totalmente no Brasil; e a Nova Tradução na Linguagem de Hoje, lançada no ano 2000 e pioneira ao trazer o conteúdo bíblico em uma linguagem mais simples e fácil de ser compreendida pela população brasileira.

A Gráfica da Bíblia

Criada para servir as igrejas cristãs no Brasil e no mundo, a Gráfica da Bíblia tem excelência reconhecida além das fronteiras nacionais, permitindo que a SBB exporte para mais de 100 países das Américas, África, Ásia e Europa. De suas instalações saem exemplares em português, espanhol, inglês, francês, árabe e até em ioruba, idioma falado em países africanos. Do total de Escrituras produzidas, 20% foram destinados à exportação.

Produzindo um exemplar da Bíblia a cada três segundos, anualmente, a Gráfica da Bíblia responde por uma produção média de 8,5 milhões de Bíblias. Por mês, são utilizadas 800 bobinas de papel que, se desenroladas, equivalem a 24 mil quilômetros. O papel consumido em um ano seria suficiente para dar 7,2 voltas na Terra.

A SBB A Sociedade Bíblica do Brasil é uma entidade sem fins lucrativos, de natureza filantrópica, assistencial, educativa e cultural. Sua finalidade é traduzir, produzir e distribuir a Bíblia, um bem de valor inestimável, que deve ser disponibilizado a todas as pessoas. Além disso, por seu caráter social, desenvolve programas com o objetivo de promover o desenvolvimento espiritual, ético e social da população brasileira.

Fundada em 1948, construiu sua trajetória com base na missão de “promover a difusão da Bíblia e sua mensagem como instrumento de transformação espiritual, de fortalecimento dos valores éticos e morais e de incentivo ao desenvolvimento humano, nos aspectos espiritual, educacional, cultural e social, em âmbito nacional”.

A SBB faz parte de uma fraternidade mundial criada no início do século 19 com o objetivo de facilitar o processo de tradução, produção e distribuição das Escrituras Sagradas por meio de estratégias de cooperação mútua. As SBU congregam 146 Sociedades Bíblicas, atuantes em mais de 200 países e territórios. Essas entidades são orientadas pela missão de promover a maior distribuição possível de Bíblias, numa linguagem que as pessoas possam compreender e a um preço que possam pagar.

Quer comentar o artigo? Clique aqui

Anúncios

Read Full Post »