Feeds:
Posts
Comentários

Archive for março \14\-03:00 2009

Conselho de Comunicação e Imprensa da CGADB

 Comunicado

Tendo em vista a procura de inscrição de repórteres para cobertura da Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil (CGADB), em Serra (ES), no mês de abril, o Conselho de Comunicação irá regular o acesso de jornalistas/radialistas (câmeras e fotógrafos) a partir do credenciamento, após efetivação de cadastro.

Com as credenciais o profissional terá trânsito no local, mas o acesso ao plenário também será regulamentado. As gravações só poderão ser efetivadas em takes, mas não contínuas. As entrevistas em plenário, durante as reuniões são proibidas (para não atrapalhar o andamento das reuniões, com atividade paralela). Todo e qualquer participante poderá ser solicitado para gravação em local específico.

Só será permitida a entrada de profissionais que realmente atuem na área (repórteres), a partir de comprovação de atividade ou registro profissional (DRT, Mtb, Fenaj ou órgão de classe). Também será exigida a apresentação do profissional pelo pastor-regional, em papel timbrado. Jornalistas da imprensa secular serão credenciados na hora.

Só terão acesso ao local os profissionais que comprovarem a atividade e estiverem devidamente credenciados com crachá, a ser fornecido pelo credenciamento;

Os contatos e solicitação de inscrição poderão ser feitos por meio da Secretaria Adjunta da CGDAB.

Pr. Antônio Mesquita, presidente

Email: comunica@cgadb.org.br

Read Full Post »

VAMOS ORAR POR NOSSOS/AS IRMÃOS/AS

QUE SOFREM PERSEGUIÇÃO

 

Recebi o email abaixo do amigo-pastor Eude Martins (SBB), como membro da diretoria da MPA-Brasil, convocando a Igreja brasileira a orar pelos irmãos/ãs, que sofrem com a perseguição no mundo. “Mobilize a sua igreja para o Domingo da Igreja Perseguida no dia 7 de junho. Ore especificamente pelos 50 países onde a perseguição é mais intensa. E se possível, levante uma oferta para ajudar o ministério de ajuda desenvolvido pela Missão Portas Abertas. Acima de tudo, ore com a sua igreja”.

 

Perseguição religiosa: uma realidade do século 21

Estima-se que 100 milhões de cristãos em todo o mundo sofrem perseguição por professarem a fé em Jesus Cristo. O número de torturados e mortos é quase impossível de se obter. Isso porque alguns dos casos são encobertos pelo governo; outros são dissimulados para não revelarem qualquer ligação com assuntos religiosos. Por exemplo: na Coréia do Norte, que encabeça a posição dos países mais perseguidores, 25% dos cristãos estão presos em campos de concentração, acusados de serem subversivos políticos. Mas a verdade por trás do aprisionamento é o fato de essas pessoas proclamarem Jesus, e não o regime norte-coreano como autoridade em suas vidas.

 

A preocupante indiferença à Perseguição Religiosa

Uma possível tendência que preocupa é se os cristãos do mundo livre estão perdendo o interesse pelos problemas dos cristãos que são perseguidos.

A classificação de países por perseguição e a análise completa estão disponíveis para download no site http://www.portasabertas.org.br.

 

O que é o Domingo da Igreja Perseguida?

É um dia em que a Igreja brasileira se dedica à oração e à lembrança dos nossos irmãos perseguidos.

 

Como sua igreja pode participar do DIP?

O DIP é organizado por voluntários. Cadastre sua igreja e seja um organizador.

Agende o dia 7 de junho com seu pastor e ajude a divulgar a Igreja Perseguida.

 

Não deixe para a última hora

Ao se cadastrar, você receberá orientações de como organizar o evento. Entre os meses de abril e maio, a Missão Portas Abertas enviará a você o kit DIP – material de apoio para o organizador. Para mais esclarecimentos, ligue para 11-5181.3330 e fale com Fabiana ou envie um email para dip@portasabertas.org.br

 

http://www.portasabertas.org.br

Fones 11-5181.3330, fax 5181.7525 – atendimento@portasabertas.org.br

Read Full Post »

CONVENCIONAIS VOTARÃO EM DUAS URNAS 

TRE do Espírito Santo vai disponibilizar 175 urnas, funcionários e acompanhamento técnico durante eleição da CGADB 

TRE do Espírito Santo dará todo o suporte necessário para a eleição da CGADB (foto TSE)

TRE do Espírito Santo dará todo o suporte necessário para a eleição da CGADB (foto TSE)

 Durante a eleição da próxima CGADB, os ministros assembleianos inscritos votarão em duas urnas. É que as urnas do sistema eleitoral brasileiro não comportam 18 cargos, mas somente 10, no máximo. Então o eleitor votará em uma urna para os cargos de presidente, vices (5) e 1º e 2º tesoureiros (2), totalizando oito cargos. Depois, para os 10 restantes: primeiro, segundo, terceiro, quarto e quinto secretários (5), e para conselheiros fiscais, respectivamente das 5 regiões (5), no total de 10 cargos. 

Esta é uma das informações divulgadas durante a reunião preparatória para a 39ª Convenção Geral (CGADB), realizada no dia 4 (mar), entre membros da mesa diretora, da Comissão Eleitoral, candidatos e convidados no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Espírito Santo.

 

“A certificação dos nomes, números e respectivas fotos, além de número de urnas e eliminação de dúvidas por técnicos do TRE capixaba, foram os principais motivos que nos levou a Vitória”, informou o presidente da CGADB, pastor José Wellington.

 

Os convencionais terão à disposição 175 urnas e cerca de 30 reservas, para substituição, caso alguma apresente defeito. Toda a programação das urnas, como a inserção de nomes, números e fotos dos candidatos, sua lacração (que ocorrerá no início de abril), treinamento dos mesários, acompanhamento técnico durante a eleição e a presença de funcionários do TRE, para a substituição de urnas, caso seja necessário, estarão à disposição da Comissão Eleitoral da CGADB, observou pastor José Wellington, “pois o TRE é o órgão responsável pelas urnas e respectiva programação para a eleição assembleiana, que ocorre no dia 23 em Serra, no Espírito Santo”, disse o líder.

 

Os próprios candidatos presentes foram os primeiros a constarem a transparência que a Comissão Eleitoral já adiantara sobre essa eleição da CGADB. Os presentes fizeram o teste digitando seus números e visualizando suas fotos nas urnas eletrônicas.

Atualização em 14/03/09.

 

Esta matéria poderá ser reproduzida com citação de fonte/crédito (Blog Fronteira Final, pastor Antônio Mesquita é presidente do Conselho de Comunicação e Imprensa da CGADB).

Read Full Post »

Idiotia urinária

IDIOTIA URINÁRIA 

“Homem é detido por urinar na rua durante desfile do Monobloco no Rio” 
  

“O secretário especial da Ordem Pública do Rio, Rodrigo Bethlen, deu voz de prisão a um homem que urinava na rua neste domingo durante o desfile do Monobloco, na região central do Rio. Segundo a polícia, Tiago da Silva Rocha Paes, 18, morador da Vila da Penha, foi flagrado pelo secretário enquanto urinava próximo a um muro na rua Almirante Barroso. Ele foi encaminhado para a 5ª DP (Mem de Sá) e autuado por ato obsceno. Foi liberado após assinar um termo de compromisso. Bethlen acompanhava a ação dos fiscais da Secretaria Especial da Ordem Pública para evitar o comércio ilegal durante o evento.”

Fonte: Folha Online (01/03/2009)  

Quando abri o link da notícia do mijão cara-de-pau, fiquei pasmo. Pensava ter ocorrido em qualquer outro local, menos no Rio. Aqui é a coisa mais comum (e normal) do mundo. Vê-se homens a urinar por todos os lados, em todos os lugares públicos e em qualquer hora do dia. Às vezes você vê o desavergonhado mijando bem próximo de um posto de combustível, ou de outros estabelecimentos comerciais com instalações sanitárias de acesso livre. Nas rodovias eles se viram para o lado da pista e urinam com a maior tranqüilidade.

 

Eu sempre protesto buzinando, mas a população parece estar totalmente anestesiada, insensível… Urinam próximo a postos policiais, a corporações militares, a viaturas estacionadas em policiamento… não existem limites e também nenhum interesse dos que deveriam, ao menos, ralhar, chamar a atenção do “animal”.

 

É coisa animalesca… até parecem cachorros, e dos vira-latas, pois dias desses conversei com uma comerciante em Vicente de Carvalho (bairro do Rio) e ela disse-me que o seu cachorro só faz xixi no banheiro. Neste caso, é uma ofensa ao cão, compará-lo aos “porcos”.

 

Estes praticam seu atentado ao pudor, tranquilos e sem pressa, à frente de mulheres, crianças e seja quem for. Isso ocorre nos arredores do Terminal Novo Rio (o “nosso” principal cartão de visitas dos que chegam ao Rio, via ônibus), onde o mau-cheiro é insuportável, e em tantos locais, que você, talvez, só acreditaria vendo!    

 

Vi os arredores da Rodoviária e Leopoldina sendo lavados pela Prefeitura, 3 meses antes de o prefeito César Maia sair (já foi tarde). Ele é o melhor retrato do abandono da exigência no que diz respeito à postura no Rio.

 

Na segunda-feira de carnaval, próximo à Candelária – centro do Rio – o retrato delatava o crime: Uma mulher (pasmem!) se equilibrava ao lado de um poste, enquanto mostrava o seu cândido traseiro para, sem preocupar-se com a mira e a platéia, emporcalhar de urina o centro carioca; logo após ela, no mesmo clique, um homem, mais adiantado, por força das facilidades masculinas, já se ajeitava após os tremeliques notórios do macho.  Tudo isso no principal cruzamento da cidade do Rio de Janeiro (Presidente Vargas com a Rio Branco). Para valorizar a imagem, a Igreja da Candelária aparece ao fundo, alinhada por uma equipe de guardas municipais (guardiões do patrimônio público), que davam legalidade ao ato, ou melhor, aos atos obscenos.

 

Dos 831 sanitários químicos colocados à disposição dos carnavalescos pela Riotur, 20% foram depredados. Quer mais? O Aterro do Flamengo é latrina de taxistas.

 

Que o Senhor abençoe o secretário especial da Ordem Pública do Rio, Rodrigo Bethlen, para que ele leve a Cidade Maravilhosa ao seu status merecido. O Rio merece mais cuidado… tais pessoas não merecem o Rio. O Rio só é lindo sem os tais.

 

Pode ser que umas e outras visitas a delegacias conduzam esses portadores de idiotia à cura?!

 

Bethlen neles!

Read Full Post »

ALERTA:

OS CUIDADOS COM OS NOSSOS TEMPLOS 

Diante do lamentável fato ocorrido com a Igreja Renascer em São Paulo, a Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil (CGADB), alerta todos os líderes assembleianos para possíveis riscos semelhantes.

Segundo o presidente da CGADB, pastor José Wellington, desde a queda do telhado do referido templo, nós cristãos evangélicos poderemos sofrer pressões de autoridades, o que já ocorre em algumas regiões.

Para tanto, todos os pastores devem redobrar os cuidados e observar o seguinte: 

  • 1) Como bons cristãos devemos nos antecipar e cuidar para que não ocorra nenhum fato semelhante entre nós;
  • 2) Realizar revisão na construção dos templos, principalmente na parte superior;
  • 3) Não deixar para corrigir quaisquer problemas somente em reforma posterior;
  • 4) Procurar viver a política da boa vizinhança e nunca se estressar com vizinhos e autoridades locais (fiscais, subprefeitos, prefeitos etc), porque a partir desse momento, poderá surgir denúncia e tomar outras dimensões, com medidas que terão de ser tomadas por parte do governo (Ouvidoria);
  • 5) Caso não tenha qualquer problema com a administração municipal, o líder deve proceder da seguinte maneira:
  • a) Levar o IPTU do templo à Prefeitura (ou Subprefeitura) e solicitar um Termo de Consulta, para emissão do Alvará, pois caso ocorra fiscalização posterior, o referido número de protocolo indicará que a igreja estará em fase de legalização do templo;
  • 6) Em caso de fiscalização, o fiscal deve ser recebido por um representante da igreja, que tenha domínio da situação e, portanto, sabedor de todas as condições do templo;
  • 7) Caso o templo esteja ligado a uma igreja-matriz, o líder local deve, de imediato, avisar o seu pastor regional, para que medidas sejam tomadas. 

                        Pastor José Wellington Bezerra da Costa                                               Presidente da CGADB

Read Full Post »

Fundação assembleiana elege diretoria

Funec vai priorizar processos de novas rádios em 3 Estados

 

ANTÔNIO MESQUITA

 

Amapá, Acre e Mato Grosso do Sul são os três Estados que deverão ter seus processos de liberação de emissoras de rádio intensificados. Em geral são Estados em que os líderes locais têm meios de atuar politicamente, junto ao Ministério das Comunicações, para que o processo de liberação ande mais rápido, que forçam a priorização.

 

Segundo o pastor José Wellington, presidente da CGADB e do Conselho Curador da Fundação Evangélica de Comunicação (Funec), a entidade tem processos para a instalação de emissoras em quase todos os Estados da federação, mas há necessidade de empenho político para que a liberação tenha andamento satisfatório.

 

Atualmente a Funec mantém a Faculdade (Faecad), instalada ao lado do prédio da CGADB e tem uma emissora, operando em estado experimental, em João Pessoa (PB), a 96,1 FM. É a primeira da Rede AD Brasil. A Faecad teve o reconhecimento de seu curso de Teologia pelo MEC, à frente de inúmeras universidades famosas na área, como o curso da Pontifícia Universidade Católica (PUC). Agora a faculdade assembleiana pleiteia autorização do MEC para os cursos de Pedagogia e Letras.

 

Para o pastor José Wellington o empenho para a liberação de emissoras de rádio é uma das frentes de trabalho da CGADB. O projeto na área de comunicação traduz uma das formas de a denominação oferecer a sua parcela de colaboração à sociedade. Como a maior denominação cristã no Brasil, a AD tem condições de oferecer serviços, além de seu papel primordial, que é a própria anunciação das Boas-Novas, e a implantação de emissoras de rádio é um deles.

 

Nova diretoria

 

A nova diretoria da Funec foi eleita no último dia 25 (fev), em reunião realizada na CGADB. O Conselho Curador tem como presidente o pastor José Wellington, com os membros-pastores Orcival Xavier (DF), Lucifrancis Barbosa (Amapá), Elyeo Pereira (RJ) e Ancelmo Silvestre (MG). Pastor Elyeo Pereira substituiu o pastor Sebastião Rodrigues de Souza que solicitou sua saída em função de já atuar como presidente do Conselho Curador de fundação congênere em Cuiabá.

 

O Conselho Executivo é formado por Ronaldo Rodrigues de Souza, diretor-administrativo; diretor-operacional, pastor Antonio Dionizio da Silva (MS); e diretor-financeiro, pastor Lourival Machado (RJ). O Conselho Fiscal é formado pelos pastores Israel Sodré (PR), presidente; Kemuel Sotero (ES), relator; e Moisés Rodrigues (SP), vogal.

 

Durante a reunião seus membros aprovaram o relatório fiscal de 2008 e o orçamento para 2009.

 

Veja abaixo o vídeo da inauguração da emissora.

 

 

Esta matéria poderá ser reproduzida com citação de fonte/crédito (Blog Fronteira Final, pastor Antônio Mesquita é presidente do Conselho de Comunicação e Imprensa da CGADB).

Read Full Post »

CGADB REALIZA ÚLTIMA REUNIÃO

Pastor José Wellington se reúne com diretoria; pastas serão entregues um dia antes

Pastor José Wellington: "Pedimos a todas as igrejas que orem por esta Convenção"

Pastor José Wellington

A mesa diretora da CGADB se reuniu nos últimos dias 26 e 27 (fev) para tratar dos últimos preparativos para a 39ª Convenção Geral, de 20 a 24 de abril, no Centro de Exposições em Serra (ES). Somente não estiveram presentes o pastor Silas Malafaia (2º tesoureiro) e o pastor Israel Sodré, por motivo de doença, justificou.


Foram tratados assuntos sobre a organização da próxima Convenção, com a presença de comissões locais (do Espírito Santo). Dentre os assuntos discutiu-se sobre estacionamento de veículos, hospedagem e alimentação.

Entrega de pastas antecipadas

Eliminação de filas nos mais diferentes acessos é uma das principais metas, tanto para acesso em plenário quanto para receber material (pastas).

Para dinamizar a entrega as pastas já estarão à disposição dos convencionais a partir da tarde do dia 19 (domingo), véspera do início. Todo o material didático será entregue por meio de 100 guichês.

Dias e horários 

O culto de abertura será no dia 20 à noite, no Centro de Exposições. Nos dias seguintes, as atividades começarão a partir das 9h, com término previsto para as 17, com intervalo para almoço das 12 às 14h, à exceção do último dia – o da eleição – com votação das 8 às 17h. 

Só com crachás

Os acessos serão permitidos somente com crachá fornecido pela inscrição. Cobertura jornalística também só será permitida com credenciamento pelo Conselho de Comunicação.    


Oração e direção

“Pedimos a todas as igrejas que orem por esta Convenção, para que o Senhor nos dê de sua Paz e que o Espírito Santo nos dirija. Queremos que toda a beleza que a reunião de ministros de Evangelho enseja, irradie em todos os corações dos que estarão ali”, manifestou o presidente da CGADB, pastor José Wellington.

Esta matéria poderá ser reproduzida com citação de fonte/crédito (Blog Fronteira Final, pastor Antônio Mesquita é presidente do Conselho de Comunicação e Imprensa da CGADB).

Read Full Post »

« Newer Posts - Older Posts »