Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 7 de março de 2009

Idiotia urinária

IDIOTIA URINÁRIA 

“Homem é detido por urinar na rua durante desfile do Monobloco no Rio” 
  

“O secretário especial da Ordem Pública do Rio, Rodrigo Bethlen, deu voz de prisão a um homem que urinava na rua neste domingo durante o desfile do Monobloco, na região central do Rio. Segundo a polícia, Tiago da Silva Rocha Paes, 18, morador da Vila da Penha, foi flagrado pelo secretário enquanto urinava próximo a um muro na rua Almirante Barroso. Ele foi encaminhado para a 5ª DP (Mem de Sá) e autuado por ato obsceno. Foi liberado após assinar um termo de compromisso. Bethlen acompanhava a ação dos fiscais da Secretaria Especial da Ordem Pública para evitar o comércio ilegal durante o evento.”

Fonte: Folha Online (01/03/2009)  

Quando abri o link da notícia do mijão cara-de-pau, fiquei pasmo. Pensava ter ocorrido em qualquer outro local, menos no Rio. Aqui é a coisa mais comum (e normal) do mundo. Vê-se homens a urinar por todos os lados, em todos os lugares públicos e em qualquer hora do dia. Às vezes você vê o desavergonhado mijando bem próximo de um posto de combustível, ou de outros estabelecimentos comerciais com instalações sanitárias de acesso livre. Nas rodovias eles se viram para o lado da pista e urinam com a maior tranqüilidade.

 

Eu sempre protesto buzinando, mas a população parece estar totalmente anestesiada, insensível… Urinam próximo a postos policiais, a corporações militares, a viaturas estacionadas em policiamento… não existem limites e também nenhum interesse dos que deveriam, ao menos, ralhar, chamar a atenção do “animal”.

 

É coisa animalesca… até parecem cachorros, e dos vira-latas, pois dias desses conversei com uma comerciante em Vicente de Carvalho (bairro do Rio) e ela disse-me que o seu cachorro só faz xixi no banheiro. Neste caso, é uma ofensa ao cão, compará-lo aos “porcos”.

 

Estes praticam seu atentado ao pudor, tranquilos e sem pressa, à frente de mulheres, crianças e seja quem for. Isso ocorre nos arredores do Terminal Novo Rio (o “nosso” principal cartão de visitas dos que chegam ao Rio, via ônibus), onde o mau-cheiro é insuportável, e em tantos locais, que você, talvez, só acreditaria vendo!    

 

Vi os arredores da Rodoviária e Leopoldina sendo lavados pela Prefeitura, 3 meses antes de o prefeito César Maia sair (já foi tarde). Ele é o melhor retrato do abandono da exigência no que diz respeito à postura no Rio.

 

Na segunda-feira de carnaval, próximo à Candelária – centro do Rio – o retrato delatava o crime: Uma mulher (pasmem!) se equilibrava ao lado de um poste, enquanto mostrava o seu cândido traseiro para, sem preocupar-se com a mira e a platéia, emporcalhar de urina o centro carioca; logo após ela, no mesmo clique, um homem, mais adiantado, por força das facilidades masculinas, já se ajeitava após os tremeliques notórios do macho.  Tudo isso no principal cruzamento da cidade do Rio de Janeiro (Presidente Vargas com a Rio Branco). Para valorizar a imagem, a Igreja da Candelária aparece ao fundo, alinhada por uma equipe de guardas municipais (guardiões do patrimônio público), que davam legalidade ao ato, ou melhor, aos atos obscenos.

 

Dos 831 sanitários químicos colocados à disposição dos carnavalescos pela Riotur, 20% foram depredados. Quer mais? O Aterro do Flamengo é latrina de taxistas.

 

Que o Senhor abençoe o secretário especial da Ordem Pública do Rio, Rodrigo Bethlen, para que ele leve a Cidade Maravilhosa ao seu status merecido. O Rio merece mais cuidado… tais pessoas não merecem o Rio. O Rio só é lindo sem os tais.

 

Pode ser que umas e outras visitas a delegacias conduzam esses portadores de idiotia à cura?!

 

Bethlen neles!

Anúncios

Read Full Post »