Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 6 de dezembro de 2008

 

 

A negação da capacidade racional de definir, conhecer a verdade e de solucionar questões humanas, nunca foi tão clara como nos dias atuais. O irracionalismo é prato cheio a pessoas que perderam a condição de enxergar o que se vê. Uma das provas tão evidentes do mundo pós-moderno está na desfaçatez de um sujeito que pretende lançar a Bíblia do Homossexual.

 

Ora, toda e qualquer pessoa pode construir uma versão própria da Bíblia, pois ninguém o poderá impedir. Porém, obvio que a edição não conseguira importar a inspiração e o valor implícitos nas Sagradas Letras. Será um plágio e nada mais. E já que ele tenta induzir à crença de que seu invento carregará suporte para acomodar os mesmos valores, não deveria ele usar a própria Bíblia, ou, ao menos entender que, ao subtrair valores imutáveis e eternos, aceitos pelos povos, evidenciados por milhares no decorrer da História humana e comprovados pelas leis naturais, mostrará uma nova coisa, totalmente avessa à primeira? Se assim ocorrer, onde estaria o real valor, senão em suas propostas medíocres?

 

Confesso: Não tive nenhum ímpeto de escrever sobre o assunto pelo produtor de filmes norte-americano Max Mitchell, pois você há de convir comigo que existem fatos que extrapolam a racionalidade humana e que, portanto, não merecem nem mesmo citação. Porém, tratando-se das Sagradas Escrituras e como o Diabo inspirou essa verve a essa criatura, não poderia deixar de oferecer um pequeno escrito a respeito. Mas, confesso, faço-a com asco.

 

A própria revelação divina alerta há séculos, e evidencia acontecimentos que são flagrantes de desregramento humano: “Mas o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios, pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência” e “Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos; porque haverá homens... blasfemos..., profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis...”, 1Tm 4.1-2; 2Tm 3.1-2.

 

A suposta Bíblia da Princesa Diana a ser produzida pelos Estúdios Revisão, com sede no Novo México (EUA), declara que Deus instrui que "é melhor ser gay do que heterossexual" (© 2008 WorldNetDaily), tem como ponto de partida o  projeto cinematográfico, chamado Horror in the Wind (Horror ao vento), em que uma substância levada pelo ar "muda a orientação sexual do mundo".

 

Veja que horror é, além de “sensação arrepiante de medo” também “repulsa, aversão, ódio” ou ainda “aquilo que inspira horror”. Horror ao vento é a melhor definição que esse próprio indouto pode alcançar.

 

Anúncios

Read Full Post »